Fale Conosco

31 de janeiro de 2014

Fundac capacita profissionais sobre o Sistema de Informação para a Infância e Adolescência



A Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac) realizou na manhã desta sexta-feira (31), uma capacitação com 50 técnicos da instituição sobre o Sistema de Informação para a Infância e Adolescência SIPIA/SINASE. O treinamento aconteceu no auditório do Centro Socioeducativo Edson Mota e teve como objetivo a implantação do sistema nacional nas unidades de ressocialização da Paraíba e a unificação do Plano Individual de Atendimento (PIA) nas unidades de meio fechado, de acordo com o Sistema Nacional Socioeducativo.

Durante o evento, ministrado pelo administrador estadual do SIPIA e técnico da Fundac, Dorivaldo Júnior, os participantes estabeleceram um calendário de treinamento do SIPIA nacional das unidades, bem como a implantação do Sistema de Informação Socioeducativo Estadual em rede.

“É de extrema importância a iniciativa da Fundac de implementar, nas unidades socioeducativas do Estado, os sistemas de informação do SIPIA nacional e do SIPIA pb, possibilitando o acesso as informações em tempo real, algo que jamais aconteceu no tocante a medidas sócio educativas”, relatou Dorivaldo Júnior.

Sandra Marrocos, presidenta da Fundac, fez um balanço das últimas ações desenvolvidas pela Fundação visando a melhoria da qualidade do trabalho dos funcionários das unidades e dos encaminhamentos das necessidades levantadas durante a reunião. “Temos avançado bastante na implementação da política de socioeducação no nosso estado e devemos isso ao comprometimento dos (as) profissionais que estão na ponta, e o esforço dos diretores e vices da unidades e diretores da Fundac”, informou Sandra.

Para a diretora técnica da Fundac, Denise Miranda, a operacionalização de um Sistema de Informação é um avanço significativo no processo de aperfeiçoamento e efetivação da socioeducação no estado da Paraíba. A unificação do PIA, nesse processo, cumpre um papel de eficiência no comprometimento da política de socioeducação deste Estado.