Fale Conosco

19 de março de 2018

Funad elabora programação para lembrar Dia Internacional da Síndrome de Down



A Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funnad) organizou uma vasta programação para lembrar o Dia Internacional da Síndrome de Down, nesta quarta-feira, dia 21. Como instituição de referência no atendimento à pessoa com deficiência, a Fundação vem procurando criar espaços onde as diferenças sejam reduzidas e sejam abertos diálogos para construção de uma sociedade mais informada sobre Síndrome de Down.

A programação será dividida em dois dias. O evento, que acontecerá no Auditório Jimmy, será iniciado na quarta-feira com o Seminário sobre Síndrome de Down, a partir das 8h45. A abertura será feita pela presidente da Funad, Simone Jordão, e, logo depois, haverá apresentação do vídeo “A primeira professora com Síndrome de Down no Brasil”. Em seguida, será realizada mesa redonda sobre a contribuição das pessoas com Síndrome de Down para as comunidades.Vão participar representantes de várias Secretarias Estaduais e entidades que lidam com a Síndrome, além de familiares e estudantes.

Este ano a Funad vai oferecer, também na quarta-feira pela manhã, uma ação para avaliação de acuidade visual, cores e contraste dos usuários da instituição e visitantes com Síndrome de Down. Os exames serão feitos na sala de oftalmologia da Coordenadoria de Atendimento à Pessoa com Deficiência Visual (Codavi). Após a triagem, serão encaminhados ao oftalmologista e os usuários que forem avaliados com necessidade em estudo de caso para devidos tratamentos.

Na quinta-feira (22), a partir das 14h, será a vez de celebrar as conquistas da pessoa com Síndrome de Down, com a Balada 21, no Auditório Antonio Paulino. É uma festa com DJ, coordenada pelos reabilitadores, que encerrará as atividades alusivas ao Dia da Pessoa com Síndrome de Down este ano.

O que é – A Síndrome de Down é uma condição genética caracterizada pela presença de um cromossomo a mais nas células da pessoa, e por isso é também chamada de Trissomia do cromossomo 21.É um acidente genético que ocorre, geralmente, ao acaso, durante a divisão celular do embrião, e sua causa é até o momento desconhecida. No Brasil, estima-se que a incidência seja de uma criança com SD a cada 600 nascimentos.