João Pessoa
Feed de Notícias

Forças de Segurança da PB integram Centros de Comando e Controle e monitoram ocorrências eleitorais

sexta-feira, 30 de setembro de 2016 - 15:34 - Fotos: 

Desde as 10 h desta sexta-feira (30), gestores das Forças de Segurança da Paraíba estão realizando os trabalhos de monitoramento das ações policiais durante as Eleições 2016 em Centros de Comando e Controle (CCC). As estruturas foram instaladas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da Paraíba nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Patos, a fim de possibilitar o encaminhamento direto de demandas por parte dos juízes eleitorais e, por consequência, a repressão imediata a crimes eleitorais e os de outra natureza, por meio da integração entre Polícias Civil, Militar, Corpo de Bombeiros e instituições como Polícia Federal, Rodoviária Federal e Exército Brasileiro, entre outras.

De acordo com o secretário da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, a instalação dos CCC acontece desde 2012. “Em pleitos anteriores, os órgãos da Segurança Pública atuavam de maneira isolada, o que dificultava o trabalho da Justiça Eleitoral. Os Centros são significativos dentro de um novo contexto, que é de integração entre as forças policiais do Estado e órgãos federais, trazendo uma demonstração de que quando há união, há uma capacidade muito maior de resposta imediata, para aperfeiçoar o processo democrático e garantir o direito fundamental e soberano do voto”, frisou o secretário, durante a abertura dos trabalhos do Centro de Comando de João Pessoa, que contou com a presença do presidente do TRE, desembargador José Aurélio da Cruz.

O comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, acrescentou que os Centros são essenciais para solucionar possíveis problemas proativamente, de acordo com as ocorrências georreferenciadas. “Esperamos contribuir para um pleito tranquilo desde já, pois este é um órgão coordenado pela Justiça Eleitoral, no qual há análise e gestão em todos os níveis, estabelecendo leituras e distribuindo as ocorrências para quem tem autoridade no processo decisório específico ou genérico”, destacou.

‘Lei Seca’ no domingo – No Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (29) foi publicada uma portaria assinada pelo secretário Cláudio Lima, que proíbe a venda de bebidas alcoólicas na Paraíba desde as 6h até 18h do domingo, dia da eleição.

A medida considera a necessidade de manter a ordem pública e a segurança em todo o território paraibano, assim como garantir o exercício pleno e universal do pleito, e deve ser cumprida pelas Polícias Militar e Civil com suas unidades subordinadas.

Policiamento na Capital e no interior – Em todas as cidades paraibanas os policiais militares já estão prontos para receberem as urnas do TRE e guardá-las até o início da votação. São mais de 7 mil policiais militares e 1.200 viaturas que vão reforçar a segurança nas eleições, em toda a Paraíba.

Já a Polícia Civil está empregando um efetivo de 1.062 homens e mulheres distribuídos em 230 equipes, durante as eleições deste ano. O efetivo será deslocado para as maiores cidades do Estado, juntamente com as equipes de plantão e expediente, atuando em ocorrências de crimes comuns e nas ocorrências eleitorais, de forma supletiva, nas cidades em que não haverá cobertura da Polícia Federal.

Para o pleito deste ano, o Corpo de Bombeiros emprega 222 militares, que desde a última quarta-feira (28) começaram a ser enviados para as diversas cidades. Os bombeiros atuam, durante as eleições, tanto preventivamente – nas áreas de combate a incêndio, busca e salvamento e atendimento pré-hospitalar; quanto ativamente nos casos de emergência.  Viaturas das três modalidades de atuação da corporação serão posicionadas em pontos estratégicos, tanto nos centros de comando e controle – em João Pessoa, Campina Grande e Patos – quanto em estradas e nos principais corredores dos municípios mais movimentados.