João Pessoa
Feed de Notícias

Foi encaminhada lista com 50 nomes de médicos e enfermeiros voluntários da Paraíba

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010 - 14:50 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) encaminhou ao Ministério da Saúde (MS), no último sábado (16), uma relação com os nomes de 50 médicos e enfermeiros voluntários, que poderão integrar a ‘Operação Samu 192 no Haiti’. A solicitação foi feita pela Coordenação Geral de Urgência e Emergência do MS, que requisitou, exclusivamente, profissionais da Paraíba que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A ida dos voluntários não foi marcada e todos estão em processo de preparação e ficarão de sobreaviso. 

O contato entre os profissionais do Samu e o Ministério da Saúde está sendo feito pela Gerência Operacional de Atenção Especializada. A gerente Alana Barreto explicou que o envio da equipe não depende dos municípios que têm Samu, nem da SES. “Nosso trabalho foi identificar, através das coordenações dos Samu do Estado, voluntários que atuam nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Piancó e Sousa. Mandamos a lista com 15 médicos e 35 enfermeiros ao Ministério e repassamos aos coordenadores das equipes os requisitos para a preparação desses profissionais, que embarcarão ou não para o Haiti, conforme haja necessidade”, disse.

Segundo Alana, os profissionais terão que dispor de um conjunto de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), além de terem o calendário de vacinação atualizado, inclusive com imunização contra a malária e toda a documentação necessária para uma viagem internacional, como identificação do profissional (especialidade e cadastro no CRM/Coren) e passaporte.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil está preparando várias frentes de apoio às vítimas do terremoto de sete graus na Escala Richter, que assolou o Haiti, na tarde da última terça-feira (12), entre elas o envio de profissionais da saúde ao país.  Foram solicitados profissionais do Samu, porque eles têm experiência em atendimento pré-hospitalar de múltiplas vítimas, em ambientes hostis.

Assessoria de Imprensa da SES-PB e foto de Alberi Pontes