João Pessoa
Feed de Notícias

Filme paraibano financiado pelo FIC ganha prêmio em Festival Internacional

quinta-feira, 21 de junho de 2012 - 17:31 - Fotos: 

Foto: Wagner Pina

O longa-metragem “Onde Borges Tudo vê”, do diretor paraibano Taciano Valério, ganhou o prêmio de Melhor Filme Nacional de Longa Metragem no II Festival Lume de Cinema, que aconteceu de 14 a 20 deste mês em São Luís (MA).

O filme é uma produção paraibana e foi financiado pelo Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos (FIC). O projeto foi aprovado em 2008 e recebeu um investimento de aproximadamente R$ 48 mil.

Desenvolvido inicialmente para se tornar um curta metragem, o filme foi realizado em duas etapas, transformando-se numa produção de longa duração. O processo de gravação foi iniciado em dezembro de 2010, concluído em abril de 2011 e lançado em dezembro passado, em Campina Grande. Todo o corpo técnico da produção é formado por atores e profissionais paraibanos.

Adaptação – Baseado numa livre adaptação do conto homônimo publicado no livro “Fragmentos de um Olhar”, de autoria do diretor Taciano Valério, o longa metragem faz referência à história do poeta argentino Jorge Luis Borges, expoente da literatura latino-americana. No filme, Napoleão (Everaldo Pontes) é um cego dono de um hamster (Borges) e amante do legado do escritor argentino Jorge Luis Borges, do qual diz guardar uma obra escrita que ninguém no mundo possui.

O diretor paraibano revelou que “foi a partir da obra do poeta argentino que se desenvolveu um enredo que ousamos definir como borgeano”. A trama se desenvolve a partir do olhar de Borges, um pequeno hamster, que em suas andanças na atmosfera cotidiana, representada pela cidade de Campina Grande, evidencia as particularidades de cada personagem.

 

Ficha técnica

Taciano Valério (direção)

Amazile Vieira (produção executiva)

Luciano Mariz e Danielle Freire (direção de produção)

Breno César (direção de fotografia)

Allanclerystton Pequeno (direção de som)

Atores:

Everaldo Pontes (Napoleão)

Verônica Cavalcanti (Yara)

Fabiano Raposo (Romão)

Paulo Philippe (Vladimir)

 

O Festival – O Festival Lume de Cinema é uma extensão dos três Festivais Internacionais de Cinema do Maranhão que a Lume Filmes criou em meados da década passada e tem o objetivo de despertar no espectador uma consciência a favor da arte cinematográfica.

 

A programação do festival acontece em diversos espaços da cidade – mostras oficiais e paralelas de filmes, entre longas e curtas, além de shows, lançamentos de livros, palestras, workshops e debates. O evento conta com presenças de cineastas, técnicos, atores e jornalistas internacionais e nacionais; e nesse ano teve a participação significativa de filmes latinos que marcam presença em produções de longa e curta metragens.