Fale Conosco

16 de setembro de 2011

Ficha de alunos que faltam às aulas é apresentada a membros das gerências regionais



A Secretaria de Estado da Educação (SEE), por meio da Gerência Executiva da Gestão Escolar (Geage), da Gerência Executiva de Educação Infantil e Ensino Fundamental e do Programa de Avaliação (Proava), apresentou, nesta sexta-feira (16), a Ficha de Comunicação do Aluno Infrequente (Ficai) aos doze representantes dos Núcleos de Acompanhamento da Gestão Escolar (Nages) e de Conselhos Tutelares.

A  ficha faz parte do Programa de Combate à Evasão Escolar e tem como objetivo apoiar e orientar as famílias e os responsáveis pelos alunos matriculados nas escolas da rede pública estadual. “Depois da apresentação, faremos o acompanhamento da implantação da Ficai. O nosso objetivo é aumentar a frequência dos estudantes nas escolas”, explicou Antonieta Nóbrega, gerente da Geage.

Sempre que constatada a infrequência do aluno por cinco dias letivos consecutivos ou sete dias alternados, no período de um mês, o professor da turma deverá comunicar imediatamente o fato à direção da escola, que providenciará o contato com os pais ou responsável pelo aluno para fazê-lo retornar à assiduidade. Todas as informações referentes às causas da infrequência ou do abandono escolar serão registradas na Ficai.

Quando esgotados todos os recursos e providências cabívei, e se após uma semana de esforços o aluno ainda não tiver sido localizado ou não tiver voltado a frequentar a escola, a direção deverá encaminhar a Ficai ao Conselho Tutelar ou ao Juizado da Infância e da Juventude. As informações contidas na Ficai serão encaminhadas à SEE para fins estatísticos e outros encaminhamentos.

“Esta será uma maneira de vincular a escola à família, fazendo com que ela trabalhe junto com a escola, especialmente no combate à evasão escolar, que é uma preocupação da SEE e da educação brasileira”, destacou o secretário de Estado da Educação, Afonso Scocuglia.