João Pessoa
Feed de Notícias

Festival Paraíba Percussiva reúne artistas do Nordeste na Funesc

quarta-feira, 28 de setembro de 2011 - 10:36 - Fotos:  Divulgação

A batida percussiva será amplamente estudada, discutida e tocada em João Pessoa durante a 4ª edição do Dia Percussivo – Festival Paraíba Percussiva que começa nesta sexta-feira (30) e vai até domingo (2) na Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc).

No evento, músicos profissionais e amadores, professores e alunos dos instrumentos percussivos vão poder ver e ouvir uma mostra do que está sendo produzido na região. Grupos paraibanos e de Estados vizinhos se apresentarão, e serão promovidas palestras e oficinas de percussão gratuitas.

O Festival Paraíba Percussiva é um dos projetos contemplados em 2010 pelo Fundo Municipal de Cultura (FMC) da Prefeitura Municipal de João Pessoa, gerido pela Fundação de Cultura de João Pessoa (Funjope) e este ano recebe a parceria da Funesc para sua realização.

O projeto pretende difundir a diversidade percussiva e possibilitar o intercâmbio de informações nas áreas de percussão erudita, percussão popular, bateria e afins, além promover um espaço que possa divulgar a produção local.

Diversificada, a programação contará com a apresentações de 26 artistas, bandas e grupos dos Estados do Rio Grande do Norte, Alagoas, Pernambuco e da Paraíba (João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Santa Rita).

Também serão realizados quatro seminários, 15 oficinas, três palestras. Serão exibidos filmes na 2ª Mostra de Vídeos de Música Percussiva e haverá a 2ª Exposição de Instrumentos de Percussão de Artistas Paraibanos. O Festival também será homenageará Manoel Serafim, artista que foi percussionista de Jackson do Pandeiro.

As atividades são gratuitas, mas as vagas para as oficinas são limitadas. As inscrições estão sendo feitas pelo blog do evento www.diapercussivojp.blogspot.com. A programação completa com os horários também está disponível nesse endereço eletrônico.

Programação

Oficinas e ministrantes:

1       Técnica e Improvisação em Tumbadoras (Antônio China)

2       Introdução à harmonia funcional e improvisação ao Xilofone (Edmilson Cardoso)

3        Percussão Sinfônica (Pedro Freire)

4       Improvisação na bateria (Dennis Bulhões),

5       Roda de Djembê (Macaxeira Acioli)

6       Derbak  (João Cassiano)

7       Tecnologia aplicadas à música na Escola Básica (Grupo TEDUM)

8       Sapateado Americano ( Alesssandra Melo)

9       Construção de Instrumentos (Vanildo Mousinho)

10  Pandeiro( Baixinho do Pandeiro)

11  Método Pifercussão (Heráclito Dornelles)

12  Criação de Jogos Interativos Musicais (Harue Tanaka)

13  Criação de frases e grooves na bateria (Gledson Meira)

14  Percussividades (Victor Ramalho)

15  A percussão na música pernambucana e suas novas abordagens (Lara Klaus -PE)

Palestras:

Germanna Cunha – Das origens divinais ao nascimento do frevo ao frevo – Evoé carnaval! (doutoranda em Música Unirio/ OSPB/ UFRN)

Vant Vaz – Desconstruindo os consensos da indústria cultural (Tribo Éthnos/ Fórum de Música)

Gledson Meira – Novas perspectivas para músicos populares no mercado de trabalho (mestre em Etnomusicologia/ Prof. Bateria – UFPB)

Artistas e grupos:

Percussons, Tribo Éthnos, Cia Lunay, Grupo de Percussão do Centro Dom Hélder Câmara, Tap Arretado, Grupo Odin Araújo, Baião de Três, Yorubá Muxima (Helena Holanda), Beto Preah, Duo Desconcertante, Orquestra de Tambores de Alagoas (AL), Grupo de Percussão Rudimentar Castro Alves, Baticumlata, Projeto Tamborete, Círculo de Tambores, Grupo de Percussão da UFRN, Percumpá-UFRN, Bossa à Beça, Tambores do Forte, Pau e Lata (RN), Maracahyba, Poti Axé (RN), Orquestra de Berimbaus Angola Comunidade, Imburana , Dennis Bulhões e Antônio China, Lara Klaus (PE), Grupo Raízes (PB) e Victorama e Orquestra Cibernética.

Serviço:

4ª edição do Dia Percussivo/Festival Paraíba Percussiva

Data: 30 de setembro, 01 e 02 de outubro

Local: Espaço Cultural José Lins do Rego

Inscrições: www.diapercussivojp.blogspot.com

Ingresso: gratuito

Contato: (83) 8660-2308  diapercussivojp@yahoo.com.br

Apoio: Sebrae, Escola de Música Anthenor Navarro, Departamento de Música e Departamento de Educação Musical da UFPB e Associação Balaio Nordeste.