João Pessoa
Feed de Notícias

Festa leva alegria e descontração à ala pediátrica de Hospital Regional

quarta-feira, 21 de outubro de 2009 - 18:07 - Fotos: 

Uma tarde diferente. As crianças internadas na ala pediátrica e na Unidade de Queimados do Hospital Regional de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, tiveram uma tarde de terça-feira (20) especial. Ao invés de médicos e enfermeiros, elas receberam a visita dos grupos ‘Os Vagalumes’, ‘Os Trupicanos em Sonho’, a boneca ‘Linda Flor’ e o ‘Palhaço Sonho Doce’. Atualmente, 23 crianças estão internadas no Hospital Regional.

A festa, organizada pelo Setor de Psicologia, foi realizada na ala pediátrica da unidade hospitalar que funciona no segundo andar. A tarde foi de alegria e muita diversão. Os grupos ‘Vagalumes’, ‘Trupicanos’, a boneca ‘Linda Flor’ e o ‘Palhaço Sonho Doce’ brincaram com as crianças e arrancaram sorrisos. Muitas esqueceram até que estavam doentes. “A gente sai revigorada. Só o fato de saber que estamos levando um pouco de alegria e arrancando sorrisos das crianças nos deixa realizados”, comentou Layse Leite, coordenadora do grupo ‘Vagalumes’.

Apenas as crianças internadas na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) não puderam ir até a ala pediátrica. Mesmo assim, os palhaços tiveram permissão de chegar até a Unidade e levaram sorriso as crianças no local.

Além de brincar com as crianças, os integrantes dos grupos infantis também distribuíram presentes. A festa, coordenada pela psicóloga Afra Maria de Araújo, marcou o encerramento de uma das etapas da campanha de doação de brinquedos, desenvolvida pelo Serviço de Psicologia do Hospital Regional durante o mês de setembro e parte de outubro.

Afra explicou que a campanha é permanente e intensificada no mês de outubro. Parte dos brinquedos arrecadados na campanha deste ano foi destinada para renovar a brinquedoteca do hospital. A ala pediátrica do Hospital Regional é referência no Estado. Ao todo, dispõe de 36 leitos destinados a crianças, sendo sete na Unidade de Queimados, oito na UTI Infantil e 21 nas enfermarias. 

Da Assessoria de Imprensa do Hospital Regional de CG