João Pessoa
Feed de Notícias

Fenart tem grandes atrações nesta quarta-feira

terça-feira, 25 de maio de 2010 - 18:12 - Fotos: 

Antônio Nóbrega é um caso excepcional no Brasil. O músico pernambucano é um desaguadouro de múltiplas vertentes. Parece ter nascido das criações do nosso rico folclore nordestino, das nossas histórias picarescas, da literatura de cordel, do circo mambembe e das folias carnavalescas. A boa notícia é que toda essa multiplicidade de ritmos e estilos estará presente nesta quarta, no Fenart, no Palco 1, às 22h, juntamente com o show de Nóbrega.

Natural de Recife, estudou violino clássico e canto lírico com professores renomados, chegando a tocar em orquestra. Nos anos 70 participou do Quinteto Armorial, com o qual gravou quatro discos e excursionou pelo mundo divulgando a música tradicional nordestina. Marcas registradas do trabalho de Antônio Nóbrega, o show no Fenart contará com o forte tom lúdico da encenação e as marcantes performances de dança, que sublinham as mais de Três décadas de arte polivalente do pernambucano.

Yamandu Costa Trio no Bangüê

O compositor e instrumentista gaúcho Yamandu Costa, considerado um prodígio do violão, se apresenta nesta quarta, às 19h, no Cine Bangüê, ao lado dos músicos Nicolas Krassik e Guto Wirtti. Durante cerca de 90 minutos, o trio pretende apresentar a platéia uma seleção de obras de seu repertório, dentre elas, às composições inspiradas na obra de Érico Veríssimo, como "Ana Terra" e "Vento".
O grande sucesso alcançado pelo show no Brasil e no exterior contribuiu para consolidar o espaço ocupado pela música brasileira na programação cultural européia.

Kléber Mendonça Filho, Marcelo Gomes e Karim Aïnouz reunidos na sessão de cinema do Bangüê

O premiado longa Viajo porque preciso, volto porque te amo e o curta ‘Recife Frio’ são os destaques da sessão de cinema de hoje, a partir da 20h, no Bangüê, com entradas no valor de R$ 10 e R$ 5 para inteira e meia entrada, respectivamente.

O primeiro é um filme de amor em primeira pessoa, além da consagração de dois grandes talentos do cinema brasileiro contemporâneo, Marcelo Gomes (Cinema, Aspirinas e Urubus) e Karim Aïnouz (Céu de Suely, Madame Satã), que aqui realizam um longa que transita em uma linha bem tênue entre o documentário e a ficção. O filme, que teve sua première mundial na mostra Horizontes, do Festival de Veneza 2009, é o resultado de dez anos de captação de imagens e de um mergulho pessoal dos dois diretores pelo sertão nordestino.

A colagem de impressões e documentações desse mundo se interligam à história de um personagem fictício, o geólogo José Renato (Irandhir Santos, de Besouro), que avalia uma região que poderá desaparecer se um canal for construído a partir do desvio do único rio do local.

Antes, o curta de Kléber Mendonça Filho, ‘Recife Frio’, esquenta a sessão. A idéia é simples: como seria a cidade do Recife se de repente ela deixasse de ser uma cidade tropical e a temperatura beirasse zero grau? Com isto Kleber faz um passeio inventivo e repleto de sarcasmo com a capital pernambucana. Brinca com seus habitantes, seus hábitos, seu cotidiano e, sobretudo, com sua arquitetura, esboçando uma defesa de suas construções e de seu traçado que vem sendo paulatinamente devastado pela especulação imobiliária. Ironiza também as relações sociais estabelecidas e as imagens estereotipadas com o qual Recife é vendida pelo mundo afora.

PROGRAMAÇÃO: QUARTA-FEIRA (26/05)
Artes Visuais
Mezanino 1
- Coletiva“A Fotografia Contemporânea Paraibana”
Galeria Archidy Picado
“Desvios, o Fim das Coisas” – Adriana Aranha

Atividades Diversas
Praça do Povo
A partir das 19h – Feira de Artesanato
A Partir das 19h – Feira Capim Fashion

Literatura
Auditório 5 José Siqueira
09h – Oficina Aprendendo a escrever Cordel -  Clotilde Tavares – PB/RN
16h – Palestra O escritor e a internet- Clotilde Tavares-RN
18h30 – Lançamento de Livros:
- “Wills Leal: O Topógrafo dos Territórios Simbólicos”, de Hildeberto Barbosa Filho
- “Cinquenta Carnavais”, de Fernando Moura
- “O Ofício de Engordar as Sombras”, de Bruno Gaudêncio
Praça do povo
A partir das 16h – Feira de Livros
Mezanino 1
A partir das 16h – Exposição de xilogravura em Cordel-Marcelo Alves -PE
Submezanino 2
A partir das 16h – Exposição de Sivuca

Música Instrumental
Cine Bangüê
18h – Show Oxent Groove – PB
19h –Show com Yamandu Costa Trio – SP

Cultura Popular
Praça do Povo
18h – Cavalo Marinho Estrela de Ouro – Mestre Biu Alexandre – PE

Teatro
Auditório Zé da Luz
18h – Projeto Ensaio – ”Um, Dois, Três, Conto Outra Vez” – Trupe de Teatro e Circo Pirulito – PB Direção: Kleber Marone
Teatro de Arena
20h – Espetáculo “Espiral – Brinquedo Meu” – Hélder Vasconcelos – PE. Direção: Ana Cristina Colla, Renato Ferrecini e Carlos Simione (Lume Teatro)

Dança
Teatro Paulo Pontes
20h – Espetáculo “Aroeira” – Grupo Vila Dança – BA. Diretora e coreógrafa Cristina Castro

Cinema
Cine Bangüê
16h – Mostra competitiva de Vídeo
20h – Sessão de Cinema:
- [Curta] “Recife Frio” de Klébre Mendonça Filho (23’, Fic., 2009, Recife – PE)
- [Longa] “Viajo porque Preciso. Volto porque Te Amo” de Marcelo Gomes e Karim Aïnouz (75’, Fic., 2009, São Paulo – SP e Recife – PE)
Espaço Cine Digital
00h – Mostra Kinoforum – SP

Música
Palco 2
21h – Show com o Grupo Rabeca de Fogo – PB
21h45 – Esquentai Vossos Pandeiros Jacksonianos com Baixinho do Pandeiro -PB
23h – Show com Adeildo Vieira, Eleonora Falcone e Gracinha Telles – PB.
Palco 1
22h – Show com Antônio Nóbrega – PE

SERVIÇO

13ª FENART – FESTIVAL NACIONAL DE ARTE
Onde: Espaço Cultural (R. Abdias Gomes de Almeida, 800, Tambauzinho, João Pessoa – tel.: 83.3211.6210)
Quando: de 23 a 29 de maio, a partir das 18h.
Quanto: gratuito (exceto para cine-teatro Bangüê e teatro Paulo Pontes, cuja entrada será R$ 5, preço promocional estudante).

Assessoria de Imprensa da Funesc