João Pessoa
Feed de Notícias

Feira do Produtor incentiva agricultura familiar e alimentação saudável

sexta-feira, 25 de abril de 2014 - 15:28 - Fotos:  Antonio David / Secom-PB

Mais de 140 toneladas de produtos vendidos mensalmente e um montante de R$ 90 mil negociados pela agricultura familiar. O saldo positivo é da Feira do Produtor, realizada todas as sextas-feiras no pátio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater), na BR-230, em João Pessoa. O evento começa às 4h e beneficia, em média, 80 produtores rurais. A iniciativa ganhou aprovação da população, que tem acesso a alimentos de qualidade com preços competitivos.

A coordenadora da Feira do Produtor, Dalvanira Ferreira de Sousa, explicou que todos os agricultores são assistidos pela Emater. “Atualmente, temos cerca de 80 agricultores que participam da feira. São produtos que vão desde hortaliças e frutas até gêneros alimentícios como pães artesanais e também derivados da produção da agricultura familiar. Aqui, o consumidor tem acesso a um alimento novo, colhido na véspera e sem atravessadores. Chegam também a ser até 30% mais baratos do que a média de preço do mercado”, explicou.

Ainda segundo Dalvanira, os produtores que participam do evento semanal são ligados à Associação do Agronegócio da Região de João Pessoa (Agora). A entidade reúne trabalhadores rurais de 23 municípios. Porém, a Feira do Produtor também está aberta a agricultores de outras regiões do Estado.

A presidente da Agora, Maria das Graças da Silva, que vende bolos caseiros na feira, considera a iniciativa importante para a sobrevivência dos agricultores. “Antes da existência da feira, não tínhamos onde vender nossos produtos. Eu mesma sustento toda minha família com o que ganho aqui. A população, por sua vez, tem produto de qualidade, com gostinho caseiro”, destacou.

Para manutenção da feira, os agricultores familiares são assistidos por especialistas da Emater. Os produtores recebem orientação sobre planejamento, controle, organização e gestão, além de terem acompanhamento sistemático na produção.

Produtores satisfeitos – Francisco Guerra é agricultor em Natuba, município do Agreste paraibano, que fica a 243 km de João Pessoa. Ele participa da Feira do Produtor há mais de dez anos e comercializa frutas no evento. “Nosso município é produtor de uva, banana e maracujá. E a uva que vendemos aqui é bastante doce. Conseguimos oferecer um preço de até 30% mais barato do que nos supermercados”, afirmou. “Para mim, essa é uma ótima oportunidade porque temos uma clientela certa, que chega logo cedinho e costuma comprar uva para fazer polpa natural, que é bem mais saudável do que essas que existem à venda nos supermercados”, acrescentou.

José Simão Filho produz hortaliça na cidade de Cruz do Espírito Santo, que faz parte da Região Metropolitana de João Pessoa e fica localizada na região da Zona da Mata. Ele também participa da feira desde as primeiras edições do evento. “O mais importante é que plantamos e temos onde vender. Posso dizer que sou fundador desta feira, porque participo desde a criação dela. Somos aqui uma grande família. Se não fosse essa força do Governo isso não seria possível”, destacou. “O consumidor também tem vantagem, porque eu não uso químicos em minhas hortaliças. Para combater as pragas, utilizo produtos naturais”, completou.

Consumidores satisfeitos – O dentista Antônio Tomaz mora no bairro do Bessa e disse que começou a adquirir verduras e frutas na Feira do Produtor recentemente. O objetivo, segundo ele, é uma alimentação mais saudável. “Só compro produtos orgânicos e aqui isso é garantido. Levo em conta o aspecto da saúde e aqui os produtos são confiáveis”, ressaltou.

A procura por alimentos de qualidade também foi a razão que levou a dona de casa Edglandia Lopes a ser consumidora assídua da Feira do Produtor. “Faço feira de frutas e verduras aqui há três anos. A vantagem é o preço melhor e a boa qualidade dos produtos, que são novinhos”, observou.

Resultados – Vários resultados positivos foram detectados pela Emater com a realização da Feira do Produtor. Entre eles podem ser citados a geração de emprego; fixação do agricultor familiar no campo; renda fixa e aumento da margem de lucro do setor na região; eliminação da ação dos atravessadores; inclusão da mulher no mercado de trabalho; e maior oferta de alimentos básicos de qualidade aos consumidores.