João Pessoa
Feed de Notícias

Feira de Serviços pela Cidadania LGBT é encerrada em Rio Tinto

quinta-feira, 6 de junho de 2013 - 19:30 - Fotos:  Kleide Teixeira / Secom-PB

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (Semdh), realizou, durante esta quinta-feira (6), a última Feira de Serviços pela Cidadania LGBT, como parte das comemorações alusivas ao Dia Estadual de Enfrentamento à Homofobia na Paraíba (17 de maio). A programação educativa aconteceu na Praça João Pessoa, localizada na cidade de Rio Tinto, e contou com a participação da população e parceiros governamentais.

As tendas de serviços foram instaladas no início da manhã, com orientações sobre os direitos de lésbicas, gays, bissexuais e travestis (LGBT), além de informações sobre saúde, campanhas e emissão de documentos. A população também teve acesso à exposição “Variações do Feminino – poéticas do universo trans” e se informou sobre a campanha contra homofobia “Tire o Respeito do Armário”.

As atividades tiveram início nas cidades de João Pessoa e Cajazeiras, e finalizadas aqui em Rio Tinto. A Paraíba ainda continua em segundo lugar no ranking de crimes homofóbicos e o Governo do Estado vem, através destas ações específicas, conscientizando a população pela mudança de mentalidade”, afirmou a gerente executiva de Direitos Sexuais e de LBGT da Semdh, Roberta Schultz.

Quem passou pelo local, aprovou a iniciativa e se informou sobre o assunto. “Tenho vários amigos homossexuais e vejo o preconceito que eles sofrem. A iniciativa de movimentar a cidade é muito importante para gerar o debate e educar as pessoas”, disse Danizete José.

Para a agente de saúde do município, Gorete da Costa, a iniciativa é uma forma de combater a violência, que é cada vez mais presente em seu convívio de trabalho. “Aproveitei o espaço da feira para dispor de materiais que distribuirei em visitas nas comunidades. A questão da violência homofóbica é muito presente no meu cotidiano e eu também me sinto responsável em ajudar”, afirmou.

No local, também houve a participação do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) que apresentou uma parte da exposição fotográfica de resgate da memória dos movimentos de LGBT da Paraíba.

Durante todo o dia foram distribuídos materiais informativos sobre os serviços disponíveis no estado, doenças sexualmente transmissíveis e de combate à dengue. Também houve aferição de pressão arterial, corte de cabelo e emissão de documentos (RG/CPF/CTPS).

Participação – Estiveram atuando na atividade o Centro de Referência dos Direitos de LGBT e de Combate à Homofobia da Paraíba (Espaço LGBT), Defensoria Pública do Estado, através do Núcleo de Atendimento ao Combate à Homofobia e Racismo, da Prefeitura de Rio Tinto, através da Secretaria de Saúde, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos da cidade de Rio Tinto, o Serviço Nacional do Comércio (Senac), o Programa Cidadão e a banda da Polícia Militar.

Espaço LGBT – O Centro de Referência dos Direitos de LGBT e de combate à homofobia da Paraíba é um serviço especializado que oferece atendimento psicossocial e jurídico gratuito. Inaugurado há dois anos, já realizou atendimentos a 2.600 pessoas. O serviço está localizado na Praça Dom Adauto, 58, Centro, João Pessoa.

Denúncia – O disque 100 também é uma rede de denúncias de homofobia, discriminação e violência por orientação sexual e de identidade de gênero. Na Paraíba, as denúncias também podem ser realizadas através do Espaço LGBT, no telefone 3221- 2118, na Delegacia Especializada contra Crimes Homofóbicos – 3218- 6762 ou através dos Centros de Referências Especializadas de Assistência Social (Creas), instalados em toda região do Estado.