Fale Conosco

9 de dezembro de 2016

Feira de Economia Solidária vai até domingo no Centro Turístico de João Pessoa



A Feira de Economia Solidária, que começa nesta sexta-feira (9) e segue até domingo (11), na área externa do Centro Turístico, em João Pessoa, tem o objetivo de promover produtos e serviços gerados dentro desse circuito no Estado.

A feira é realizada pelas secretarias de Estado do Desenvolvimento Humano e Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária, reunindo 46 grupos de várias cidades que expõem produtos nos segmentos do artesanato e gastronomia, além da realização de oficinas.

A economia solidária é um processo diferente de produzir, vender, comprar e trocar. Na Paraíba, diversas entidades estimulam esse processo de organização em redes, entre elas a Agricultura Familiar, através das feiras agroecológicas, pontos fixos de comercialização, associações de catadores, grupos de artesanato, fundos rotativos e bancos solidários.

Pombal – Dentro da programação do Mês da Economia Solidária foi inaugurado o Banco Comunitário Maringá, projeto de ações integradas em economia solidária executado pela Incubes.

Em Pombal, o banco vai atuar com aproximadamente 500 famílias do bairro Vida Nova.  Atualmente são três bancos funcionando na Paraíba: Banco Comunitário Jardim Botânico (Comunidade São Rafael), Banco Comunitário Lagoa (Lagoa de Dentro) e Banco Comunitário Maringá (Pombal).

Para Daniel Pereira, coordenador da Incubes, a ideia de implantar o banco Maringá no Sertão é uma experiência estratégica com finanças solidárias: “Esperamos estimular outras prefeituras da região para que enxerguem a importância de usar a moeda social local. Sobretudo incentivar o consumo interno das cidades, fazendo com que elas se fortaleçam”.

Em Pombal também aconteceu a Feria Territorial de Economia Solidária, com participação de vários empreendimentos de artesanato e agricultura familiar das cidades circunvizinhas.

De acordo com José de Anchieta, gerente da Casa de Ecosol, de Pombal, este é um momento oportuno para mostrar e esclarecer a importância das feiras: “Eu julgo fundamental a iniciativa das feiras, acredito que o desenvolvimento acontece assim, quando ele nasce da própria comunidade e abraçado pelo conjunto dos seus participantes”.

Programação – As ações seguem durante o mês de dezembro em alusão ao 15 de dezembro – Dia Nacional da Economia Solidária. As próximas atividades serão realizadas nas cidades de Cajazeiras, Pombal, Patos, Lagoa de Dentro, Campina Grande, Bananeiras, Monteiro, Sapé, Sumé, São João do Tigre, Jacumã e João Pessoa.