Fale Conosco

9 de maio de 2018

Feira das Mulheres Artesãs reúne 200 participantes no pátio da PBTur em João Pessoa



produtos feira de mulheres arteãs pb foto walter rafael 1 270x183 - Feira das Mulheres Artesãs reúne 200 participantes no pátio da PBTur em João PessoaA sétima edição da Feira das Mulheres Artesãs, promovida pelo Centro de Atenção à Criança e ao Adolescente (Cendac), foi aberta nessa terça-feira (8), no pátio da PBTur, na Capital O evento conta com o apoio do Governo da Paraíba.

Cerca de 200 artesãs de diversos municípios expõem seus produtos até esta quinta-feira (10) com o intuito de movimentar a economia e divulgar o artesanato.

“Este é um momento importante para o Cendac e para estas mulheres que fazem do artesanato a sua fonte de renda, fortalecendo a economia e dando uma nova cara ao mundo da produção artesanal e ao empreendedorismo. São três dias de feira com divulgação e intercâmbio entre as cidades participantes”, disse a presidente do Cendac, Valquíria Alencar, que abriu oficialmente o evento.

A secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Gilvaneide Nunes, representou o governador Ricardo Coutinho e parabenizou o Cendac pela iniciativa. “São sete anos que esta feira das artesãs é realizada em João Pessoa, e isso revela o compromisso do Cendac com o artesanato paraibano e o empreendedorismo das mulheres, projetos que são abraçados pelo Governo do Estado”, afirmou.

Entre as peças que compõem a feira estão bijuterias, bonecas de pano, camisetas, almofadas, utensílios para casa, bolsas, caixas decorativas, sandálias, entre outras. Entre as expositoras está Samara de Carvalho. Ela produz pimentas, licores, azeite e temperos, tudo de forma artesanal e sem conservantes. “Participo da Feira das Artesãs, desde a segunda edição, e percebo que a cada dia ela cresce e possibilita para nós mais um espaço importante de troca e comercialização dos nossos produtos”, observou.

Outra artesã que também participa da Feira promovida pelo Cendac, desde o seu surgimento, é Maria das Dores, ou Dorinha, como é mais conhecida em sua cidade, Alagoa Grande. Junto com a família, ela mantém a sua renda através da venda de bonecas de pano. “Há 22 anos que fazemos estas bonecas e montamos a casa das bonecas em Alagoa Grande, onde fornecemos peças para todos os tipos de festas, principalmente infantis. Estar aqui é mais uma oportunidade de divulgarmos nosso trabalho e eu fico muito feliz em estar aqui novamente”, comentou.

O primeiro dia da Feira das Mulheres Artesãs foi encerrado com coco de roda e ciranda pelo grupo Vó Mera e suas Netinhas.

Prestigiaram a Feira, a secretária de Estado da Mulher e Diversidade Humana, Gilberta Soares; pela Casa Civil, Hermancita Trigueiro; a presidente da PBTur, Ruth Avelino; a secretária da Juventude, Priscila Gomes, e os deputados estaduais Estela Bezerra e Jeová Campos e a vereadora Sandra Marrocos.