Fale Conosco

24 de novembro de 2011

FCJA homenageia talentos culturais durante 2º Festival Internacional do Folclore



Dezoito personalidades que se destacaram no segmento artístico-cultural na cidade de Monteiro, no Cariri paraibano, serão agraciadas com o reconhecimento dos seus talentos culturais. A homenagem será feita pelo Projeto Reconhecer desenvolvido pela Fundação Casa de José Américo. A entrega dos Diplomas de Reconhecimento Cultural acontecerá no sábado (26), às 19h, na Praça João Pessoa, durante o 2º Festival Internacional de Folclore.

A solenidade será uma realização conjunta da Prefeitura de Monteiro, Secretaria Estadual de Cultura e Fundação Casa de José Américo. O Projeto Reconhecer foi instituído pelo Conselho Deliberativo da FCJA e destina-se a conceder Certificado de Reconhecimento a pessoas que, nas cidades em que residem, desempenhem ou tenham desempenhado atividades de relevo em favor da cultura local. Os nomes certificados são aprovados após análise de seus méritos na área cultural.

Receberão os certificados Antônio Rafael de Menezes (escritor), Edésio Vicente da Silva (Cabo Edésio, poeta popular), Ednacé Alves Silvestre (Edna Henrique, prefeita), Efigênio Moura (comunicador e escritor), Expedito Pedro da Silva (Expedito de Mocinha, poeta popular), Flávio José Marcelino Remígio (Flávio José, cantor), Geneci Bispo Lourenço (Dejinha de Monteiro, músico), Ilmar Cavalcante (compositor), Isabel Marques da Silva (Zabé da Loca, artista popular), João José da Silva (João de Amélia, músico), José Balbino Barbosa (Zé Jabitacá, poeta popular), José Inácio da Silva (Jotinha dos Magníficos, músico), José Severino da Silva (Zé Preto da Mazurca, mestre de mazurca), Joselito Nunes (escritor), Luciano Azevedo (Ravel, multimídia), Marcos Antônio de Freitas (Marcos Freitas, teatrólogo), Pedro de Alcântara (Jararaca, poeta popular), Pedro Nunes Filho (escritor e historiador).

O presidente da FCJA, Flávio Sátiro Fernandes Filho, destacou que a certificação é um reconhecimento que valoriza os artistas, músicos, escritores e todos que, em suas localidades, engrandecem a cultura.