Fale Conosco

11 de junho de 2018

Familiares de apenados participam de ações de cidadania na Penitenciária Geraldo Beltrão



acao social de saude em presidio foto walter rafael 1 270x192 - Familiares de apenados participam de ações de cidadania na Penitenciária Geraldo BeltrãoA Secretaria de Estado da Administração Penitenciáia (Seap) promoveu, neste domingo (10), mais uma ação de cidadania para familiares de apenados. Desta vez, a programação ocorreu na Penitenciária de Segurança Máxima Geraldo Beltrão, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, com uma série de benefícios aos familiares dos apenados.

O secretário titular da Seap, Sérgio Fonseca, avalia que as atividades têm atingido seus objetivos. “A minha avaliação é muito positiva, nós entendemos que o principal objetivo da Secretaria da Administração Penitenciária é a ressocialização. Então, nós temos que combater a reincidência, mas, com projetos de ressocialização. Com a força do trabalho, da educação, com a força da religião e principalmente com esse apoio familiar nós vamos conseguir  aumentar as estatísticas de presos que realmente se ressocializam e, dessa forma, quebrar a reincidência”, destaca o secretário, que reafirmou o compromisso de estender a atividade aos presídios de Campina Grande e, em seguida, de outras cidades.

Mais uma vez, a equipe de saúde da Seap assistiu aos familiares dos apenados com testes rápidos de hepatite B e C, HIV e sífilis, além dos exames de glicemia e pressão arterial. Constatando-se alguma alteração, as pessoas são orientadas a procurarem o Hospital Clementino Fraga ou a realizar exames médicos a partir de atendimento nas Unidades de Saúde da Família (USF). A coordenadora da Gerência de Saúde, Sílvia Suassuna, destaca que sete equipes de saúde da Seap atuam durante a semana em presídios no horário das 8h às 11h, e são compostas por um médico, um dentista, uma enfermeira, um técnico de enfermagem, assistente social e psicóloga.

Antes da visita aos apenados, as famílias também receberam orientações do tenente Grassi, do Corpo de Bombeiros Militar.

A Seap também distribuiu panfletos da Ouvidoria do Sistema Penitenciário do Estado da Paraíba, o canal de comunicação do familiar do apenado e de qualquer cidadão com a Secretaria.

O pastor Miguel Soares, da Igreja Universal, mais uma vez realizou a evangelização, além do café da manhã servido aos familiares. “Quando nos deparamos lá dentro com aqueles que estão privados de liberdade, na conversa a gente percebe que eles estão mais felizes, então tem outro olhar para a Seap, para a ressocialização, há esperança e essa esperança é gerada com essas ações que têm sido realizadas, e eu estou muito feliz com isto porque o caminho é a prevenção, não é só contenção. É mais fácil prevenir”, pontuou o religioso.

O diretor Adjunto da penitenciária, Alessandro Lima, afirmou que com o Governo do Estado, por meio da Seap, realizando essas ações de cidadania junto aos familiares de apenados todos ganham, as ações colaboram com o processo de ressocialização.