Fale Conosco

13 de julho de 2009

Familiares de apenados elogiam medida adotada pelo Governo



O diretor do Presídio do Róger (Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega), Dinamérico Cardin, foi afastado do cargo enquanto a Secretaria de Cidadania e Administração Penitenciária (SECAP) apura denúncias de maus tratos contra apenados. A informação foi repassada pelo secretário de Estado do Governo (Casa Civil), José Ricardo Porto, a partir de uma conversa prévia com o secretário executivo da SECAP, coronel Maurício Souza, à comissão formada por familiares de apenados detidos no Presídio do Róger, que realizavam protesto em frente ao Palácio da Redenção nesta segunda-feira (13) pela manhã, em João Pessoa.

Durante o protesto, os familiares denunciavam maus tratos praticados pela direção do Presídio e solicitavam o afastamento de Dinamérico Cardin. “Dr. Roosevelt Vita resolveu afastar o diretor até que seja apurada, através de sindicância, a procedência ou não das acusações que foram feitas. O objetivo é que essa sindicância possa retratar com fidelidade o que está acontecendo no Presídio do Róger”, explicou José Ricardo Porto.

Os familiares de apenados também haviam sido recebidos, no último dia 6, pelo secretário executivo de Cidadania e Administração Penitenciária, coronel Maurício Souza e esse garantira que todas as denúncias seriam encaminhadas ao Conselho de Coordenação Penitenciária e devidamente apuradas.

“Parabenizamos o Governo do Estado e sua equipe pela atitude de justiça que está sendo tomada”, ressaltou o presidente da Associação dos Familiares e Amigos de Apenados do Estado da Paraíba, pastor Silva Neto, logo após a reunião.

Da Assessoria de Imprensa da Casa Civil