João Pessoa
Feed de Notícias

Extensão rural completa 60 anos com ações eficazes junto ao agricultor

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015 - 18:17 - Fotos:  José Nunes

Um evento realizado na manhã desta quinta-feira (10), na sede administrava da Emater-Gestão Unificada, na estrada de Cabedelo, celebrou os 60 anos de fundação da extensão rural na Paraíba, o Dia Nacional do Extensionista Rural e um ano de Gestão Unificada, com a participação de políticos, representantes de bancos parceiros, extensionistas rurais, representantes de conselhos e associações comunitárias rurais. Na ocasião, foram entregues mais de R$ 10 milhões em benefícios para técnicos e agricultores familiares paraibanos.

As comemorações iniciaram com um café da manhã, em sequência ato ecumênico celebrado pelo arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, e o pastor Estevam Fernandes. Na oportunidade, foi realizada a compra do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA Estadual), termo de adesão 097/2012, celebrado entre o Governo do Estado e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, no valor de R$ 8 milhões, a serem comercializados até junho de 2016. O cheque da compra inicial, no valor de R$ l,5 mil foi entregue ao produtor Severino Germano da Silva Neto.

Ainda foram entregues títulos definitivos de propriedade a 3.200 famílias agricultoras do município de Lagoa Seca, no valor de R$ 1,5 mil, numa parceria entre Governo do Estado e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), participação da Prefeitura Municipal e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais local.

O presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, lembrou que Lagoa Seca é o município do país com 100% de seu território regularizado. A previsão inicial era de 1.300 títulos. Representantes das demais famílias, os agricultores Francisca Pereira do Nascimento, Erinaldo Silva Henriques, José de Arimatéia Nascimento, Rodolfo Pereira da Silva e José Manuel Cardoso, receberam os documentos.

Também houve a entrega de escritura de aquisição de terra com área de 165 hectares, beneficiando 26 famílias da Associação Comunitária Santa Maria, no sitio Timbó, em Itapororoca, pelo Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNFC), num valor total de R$ 2.275,000,00, não reembolsável, com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário, por meio do Banco do Nordeste, com apoio da Prefeitura Municipal e Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável. Representando as famílias, recebeu o agricultor Ailton José da Silva de Brito, presidente da associação.

Ainda no evento foram entregues títulos definitivos de propriedade para Associação dos Produtores Rurais de Mulunguzinho, de uma área de 17,8 hectares, com 167 casas, 33 terrenos e um campo de futebol para 200 famílias da comunidade no município de Araçagi, no valor de R$ 5 milhões. O presidente da associação, Wellington Alves Torquato, recebeu o cheque.

Durante as comemorações, a Prefeitura de Algodão de Jandaira assinou termo de doação de terreno para a construção da sede do escritório da Emater local, e foi feito o lançamento do livro intitulado “Ancar/Emater-PB 60 Anos”, do engenheiro agrônomo Verneck Abrantes, contando a história da extensão rural e narrando causos protagonizados ou presenciados por técnicos.

A entrega de 30 carros, sendo 16 para Emater, 11 para Interpa e três para Emepa, além de quadriciclos garante aos técnicos da Gestão Unificada agilidade na assistência técnica orientada e de qualidade aos agricultores assistidos pela GU.

O evento contou com a presença da diretora Mariana Moreira, da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer) e do diretor do Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural (MDA/SAF/Dater), Marenilson Batista.

Histórico – Durante essas seis décadas, as ações da extensão rural chegaram a todos os recantos da Paraíba, por meio de um corpo técnico capacitado que atende aos diferentes segmentos produtivos, levando saberes às famílias agricultoras familiares. Inicialmente atuando como Ancar, posteriormente passou a se denominar de Emater, continuou com os mesmos princípios que nortearam sua idealização na década de 50, começando pelo estado de Minas Gerais.

No início deste ano, por determinação do governador Ricardo Coutinho, depois de avaliadas as vantagens administrativas que proporcionaria uma melhor adequação no atendimento às comunidades rurais, foi implantada a Gestão Unificada, no dia 2 de janeiro deste ano, por meio de Medida Provisória 230/2015.

A Gestão Unificada, integrada pela Emepa/Interpa/Emater (GU), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), é novo modelo de gestão adotado pelo Governo do Estado. A GU é composta por um diretor presidente, um diretor administrativo e três diretores técnicos de cada empresa integrante. As estruturas funcionais e jurídicas dos órgãos foram mantidas. “Essa união administrativa visa uma maior celeridade das ações para o crescimento e fortalecimento da agropecuária e do desenvolvimento rural sustentável da Paraíba”, comentou o seu presidente.