Fale Conosco

3 de agosto de 2011

Exposição da Archidy Picado abre nesta quinta-feira curso para arte-educadores



A próxima exposição da Galeria Archidy Picado, da Fundação Espaço Cultural da Paraíba, tem a fotografia como expressão artística. Trata-se da mostra “Transluzires”, de autoria da artista paulista Alline Nakamura. A abertura será no dia 11 deste mês, mas as atividades da mostra vão além das visitações e já começam nesta quinta-feira (4), com um mini-curso de formação para professores e arte-educadores da rede pública de ensino, que será realizado no Espaço Cine-Digital, das 9h às 11h e das 14h às 17h.

O objetivo do minicurso ministrado pelo curador da mostra, Stênio Soares, é instruir os orientadores com informações necessárias para a compreensão da exposição, desde a esfera estética à conceitual, para que depois da aula eles estejam aptos a trabalhar a mostra didaticamente com os alunos. Na segunda (8), haverá a continuação do curso. Os interessados em participar da formação já podem se inscrever através do telefone 3211-6272.

A programação da exposição ainda conta com mesas-redondas e minicursos com temas direcionados à arte de Alline Nakamura. A primeira mesa redonda acontece no dia 12 de agosto, às 10h, no Cine-Digital, com o tema “Fotografia e Poesia Visual”. O assunto será discutido com a presença de Alline Nakamura, do curador Stênio Soares e convidados, no dia 15 de agosto.

A exposição do curador Stênio Soares apresenta uma seleção de fotografias da artista plástica Alline Nakamura. O recorte da exposição é a série Transluzires, uma experiência sensível da luz no espaço cotidiano da artista.

A artista – Alline Nakamura é paulista, artista visual formada pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Realizou exposição pelo Itaú Cultural, sob curadoria do crítico de arte Tadeu Chiarelli (USP), no projeto Mezanino de Fotografia, em 2004. Recebeu prêmio aquisição no 7° Festival Internacional da Imagem Fotográfica (2009, SP), menção honrosa no 6° Festival Atibaia de Cultura (2008, SP) e menção honrosa no XV Encontro de Artistas Plásticas de Atibaia (2006, SP).

Obras da artista figuram no acervo da Fundação de Cultura de João Pessoa (Funjope), Caderno Especial da Folha de S. Paulo, homenagem aos 450 anos de São Paulo e duas edições do Mapa Cultural Paulista (2006 e 2005). Além de expor no Itaú Cultural e no SESC, em São Paulo, a artista já expôs em Curitiba, João Pessoa, Paris (França) e Genova (Itália).

O curador – Stênio Soares é paraibano, cientista social formado pela UFPB, em comum formação com a Faculdade de Antropologia e Sociologia da Université Lumière Lyon 2, França. Especializado em Curadoria e Educação em Museus de Arte pelo Museu de Arte Contemporânea da USP. Mestre em Estética e História da Arte pela Universidade de São Paulo.

Especialista da obra de Jackson Ribeiro, objeto de seu mestrado, publicou artigos acadêmicos e capítulos de livros resultados de conferências sobre a obra do artista. Recebeu voto de aplauso da Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba em virtude da exposição Infernália?! Ou Homo academicus, em 2007. Recebeu prêmio de melhor peça do Festival Zé Lins Encenado, em 2011, pela encenação Negras Memórias de Banguê.

Serviço

Exposição Transluzires

Mini-curso de formação para professores e arte-educadores da rede pública

Data: 04, 08 e 09/08

Hora: das 9h às 11h e das 14h às 17h

Local: Espaço Cine Digital

Informações e inscrições: 3211-6272 (Galeria Archidy Picado)