João Pessoa
Feed de Notícias

Evento ocorre nesta sexta-feira e novo sistema atenderá a toda população urbana por 30 anos

quinta-feira, 20 de maio de 2010 - 18:36 - Fotos: 
O governador José Maranhão assina nesta sexta-feira (21), às 20h, licitação que vai definir a construtora responsável pelas obras de esgotamento sanitário do município de Patos, localizado a aproximadamente 300 quilômetros de João Pessoa. Segundo informações da Diretoria de Expansão da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), empresa encarregada do gerenciamento da obra, o novo sistema irá atender 100% da população de Patos de maneira satisfatória durante 30 anos. A cerimônia acontecerá no Conjunto Bivar Olintho, na saída de Patos para Piancó, às 20h.

O diretor de Expansão da Companhia, Alberto Gomes Batista, disse a implantação do sistema em Patos irá compreender duas bacias, divididas em norte e sul. Ambas contarão com seis lagoas de tratamento cada, sendo duas anaeróbias, duas facultativas e duas de maturação. “A ampliação da Estação de Tratamento de Esgotos é uma das etapas mais importantes do Ssstema, já que não tem cabimento realizar toda a coleta de esgotos e não ter para onde destiná-los”, ressaltou Alberto.

Além da construção das 12 lagoas de tratamento, a obra consistirá, segundo o projeto original, na implantação de 230 quilômetros de rede coletora, 10 quilômetros de coletor-tronco, quatro Estações Elevatórias de Esgotos e 18 mil ligações domiciliares, que deverão beneficiar, num horizonte de 30 anos, cerca de 86 mil habitantes.

Menos doenças – “A expectativa é de que o sistema de esgotamento sanitário reduza drasticamente as doenças endêmicas que ocorrem por causa da destinação inadequada dos esgotos residenciais”, considerou Alberto. Para ele, o tratamento correto dos esgotos e sua devolução à natureza é tão importante quanto o atendimento com abastecimento de água.

“Apesar de a água ser essencial à vida, o seu descarte gera esgotos que podem trazer patologias de veiculação hídrica se estiver em contato com a população. Por isso, um dos projetos principais da Cagepa é atender com coleta e tratamento de esgotos toda a população que recebe água, universalizando os serviços de saneamento básico para os paraibanos”, ponderou.

A obra em Patos está orçada em R$ 148 milhões e será executada com recursos da Caixa Econômica Federal (CEF) com a contrapartida do Governo do Estado. A previsão é de que os serviços tenham início ainda no segundo semestre deste ano.

Da Assessoria de Imprensa da Cagepa