João Pessoa
Feed de Notícias

Palácio da Redenção apresenta Cantata de Natal nesta terça, às 19h

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011 - 15:36 - Fotos: 

O Coral Sinfônico Infantil do Estado da Paraíba se apresenta, na próxima terça-feira (20), às 19h, como uma das atrações da Cantata de Natal do Palácio da Redenção, em João Pessoa. A apresentação será aberta ao público e contará, ainda, com participações do Quinteto Brassil e do repentista Oliveira de Panelas.

Para o concerto, será montado um palco na Praça João Pessoa, em frente ao Palácio da Redenção. A apresentação também utilizará como cenário as janelas do prédio, de onde Oliveira de Panelas surgirá entoando repentes e anunciando as atrações. A organização do evento explica que a Cantata será em tom regional, onde a presença do artista popular funcionará como uma espécie de “anjo anunciador”.

Essa será a primeira vez que o governo do Estado realiza a Cantata de Natal do Palácio da Redenção e a ideia é inserir o evento no calendário das festas de fim de ano da cidade. A apresentação de estreia será coordenada pelo maestro Francisco Fernandes Filho (Chiquito). O público contará com cadeiras na praça para assistir ao concerto.

Na abertura do concerto, Oliveira de Panelas aparecerá na janela e cumprimentará o público ao som dos clarins anunciando a presença do Quinteto Brassil que, da outra janela, inicia sua participação tocando “Aleluia”. Em seguida, o repentista chamará atenção para o palco, onde o Coral Sinfônico Infantil se apresentará sob regência do seu maestro titular, João Alberto Gurgel. Fazem parte do repertório as canções “Divano” e “Chegou o Natal”.

Na sequência, os músicos do Brassil ocuparão o palco para tocar “White Christmas” e “Seleção de Natal”, em seguida, acompanhará o Coral Infantil na execução de “Adeste, Fideles”. Também fazem parte do programa as músicas “Aquarela”, “Noite Feliz” (ambas serão apresentadas só pelo coral). Para fechar, o Quinteto e os cantores se juntam novamente para apresentar “Glória” e “Boas Festas”.

Coral infantil – Sob a direção do Maestro João Alberto Gurgel, o Coral Sinfônico Infantil da Paraíba é um projeto desenvolvido pela Fundação Espaço Cultural (Funesc) e Orquestra Sinfônica da Paraíba, com o intuito de levar o canto coral à comunidade e juventude paraibana. Conta também com suporte técnico da Cantora Lírica Ana Gouveia e da Teatróloga Jandaciara Giscia.

O coral Sinfônico Infantil tem no currículo participações em grandes eventos e concertos. Com repertório diversificado e atrativo, a apresentação do dia 20 incluirá uma seleção de temas natalinos numa interpretação capaz de agradar aos espectadores de todas as faixas etárias.

O grupo apresenta uma nova concepção para a prática do canto coral, onde existe plena interação com o corpo, voz, música e emoção. Desta forma os resultados obtidos demonstram que a criança amplia e liberta a criatividade, afetividade, raciocínio, socialização e auto-estima, bem como a consciência corporal, além de ampliar e enriquecer o leque cultural, aspectos fundamentais para a estruturação do indivíduo como um todo.

Quinteto Brassil – Com 32 anos de existência, o BRASSIL (trocadilho do nome inglês BRASS= metal com o nome Brasil), um dos mais respeitados conjuntos de música instrumental brasileira de câmara, é formado pelos músicos Ayrton Benck e Gláucio Xavier (trompete e fluegelhorn), Cisneiro de Andrade (trompa), Marlon Barros (trombone), Valmir Vieira (tuba) e Glauco Andreza (percussão), professores do Departamento de Música da Universidade Federal da Paraíba.

Editando e interpretando música erudita, o BRASSIL realiza concertos e desenvolve um trabalho intenso de educação musical, participando dos principais Festivais de música instrumental do país, em cidades como Londrina, Curitiba, Campos do Jordão, São Paulo, Goiânia, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Palmas, Belém, Macapá, Manaus, São Luís, Fortaleza, Recife, etc.

Aliando técnica, clareza interpretativa e espontaneidade em suas apresentações, o resultado do trabalho do grupo é uma total empatia com o público, obtendo assim o reconhecimento das mais exigentes plateias e da crítica especializada, tanto do Brasil como do exterior.

Oliveira de Panelas – Aos oito anos de idade, o poeta já fazia seus primeiros versos. Aos 12 anos cantou pela primeira vez no Sítio Contador, município de Panelas-PE. Seu pai, Antônio Francisco de Melo Filho e sua mãe Maria Virtuoza dos Santos foram os principais incentivadores do seu trabalho.

Tornou-se profissional aos 14 anos, viajando por todo o Estado de Pernambuco, parte de Alagoas e Paraíba com vários poetas-cantadores, entre eles: João Vicente e Manoel Hermínio filhos de Panelas e Cupira respectivamente.

Atuou, por oito anos, em emissoras de rádio de Garanhuns, tendo participado em dezenas de outras rádios em todo o estado de Pernambuco e fora dele, a exemplo de Caruaru, Belo Jardim, Pesqueira, etc.

Em 1975, gravou seu primeiro disco na Coletânea de Repentistas, na série Brasil Caboclo, cantando em vinte e quatro gêneros do repente. Dono de uma voz forte e afinada foi considerado um renovador da cantoria pelos temas modernos abordados e pela técnica usada na sua arte de fazer versos.

 

Serviço:

Cantata de Natal do Palácio da Redenção

Participações: Coral Sinfônico Infantil da Paraíba, Quinteto Brassil e Oliveira de Panelas

Data: terça-feira (20)

Hora: 19h

Local: Palácio da Redenção e Praça João Pessoa

Evento gratuito