Fale Conosco

22 de julho de 2016

Evento discute produção de mandioca para fortalecimento da agricultura familiar



O Governo do Estado, por meio da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento da Agricultura e da Pesca, realizou na quinta-feira (21), na Estação Experimental de Alagoinha, o Dia Especial de Mandioca na Agricultura Familiar, com a participação de agricultores familiares e assentados de municípios da região do Brejo e do Agreste coordenado pelo pesquisador Élson Soares dos Santos.

Na abertura do evento, o chefe da Estação Experimental de Alagoinha, Rubens Fernandes da Costa, destacou a importância do debate para o conhecimento das tecnologias desenvolvidas pela Emepa que ajudarão no fortalecimento dessa cultura, que surge como uma nova fonte de renda. O pesquisador Élson Soares dos Santos, da Emepa, falou sobre o trabalho de difusão e transferência de tecnologias no âmbito da agricultura familiar.

Os técnicos da Emepa Valdemir Ribeiro Cavalcante e Nielson Gonçalves Chagas abordaram as boas práticas agrícolas para a produção agroecológica de mandioca e macaxeira. Já os pesquisadores Rômulo Pontes de Freitas Albuquerque, da Emepa, Paulo Leonardo Correia Guedes, da Embrapa, e Selma Soares dos Santos, da Emepa falaram sobre o manejo alimentar de bovinos leiteiros com mandioca.

A Emepa dispõe de material de alta qualidade genética e fitossanitária, cujo objetivo é proporcionar a melhoria dos sistemas de produção e do agronegócio dessa cultura na Paraíba, e a preservação ambiental, principalmente na Mata Paraibana e no Agreste, regiões propícias à produção. Nessas áreas, as lavouras apresentam grande importância socioeconômica, como fonte alimentar e como geradora de renda básica para família.

Os agricultores poderão realizar seus plantios de mandioca usando as tecnologias desenvolvidas pela Emepa, com a garantia de uma excelente produtividade e contarão com a assistência técnica da Emater.