Fale Conosco

23 de março de 2012

Etapa experimental de projeto de inclusão produtiva é realizada em Casserengue



As ações que visam proporcionar aos agricultores familiares acesso rápido aos programas de crédito e assessoramento na sua implantação começam a se concretizar na Paraíba. Nesta sexta-feira (23), em Casserengue, cidade localizada no Curimataú, foi realizada a etapa experimental do Projeto de Inclusão Produtiva do Governo do Estado, idealizado pela Emater Paraíba, empresa vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap). O projeto será lançado oficialmente no próximo mês e atenderá a um cronograma de eventos semelhantes em todo o Estado.

O Projeto de Inclusão Produtiva consiste em reunir, num mesmo local, vários órgãos do Governo do Estado que atuam na área da agropecuária, principalmente a Emater, com o assessoramento na extensão rural; o Cooperar, com proposta de financiamento; a Emepa, com a pesquisa; e, também, o Banco do Nordeste, com os recursos para atender a demanda procedente da escolha dos agricultores familiares.

Os primeiros resultados do evento ocorrido em Casserengue já começam a surtir efeito. O prefeito Genival Bento da Silva decidiu comprar a produção da agricultura familiar por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), para distribuir na rede escolar do município. Ele disse que isso está sendo possível porque o Governo do Estado, por intermédio da Emater, está viabilizando os projetos produtivos, que garantem renda para os produtores rurais.

Atividades – Durante todo o dia, técnicos da Emater, do Cooperar e do Banco do Nordeste atenderam aos agricultores familiares, que fizeram suas inscrições formalizando os pleitos e, na próxima semana, receberão visitas para adequação das solicitações feitas por eles, segundo o coordenar da Emater, Ruy Morais Cavalcante. A proposta é que cada um trabalhe conforme a sua aptidão e possibilidade de produção agrícola.

Representantes de vários escritórios regionais da Emater, inclusive do Sertão, participaram do evento para conhecer a metodologia de trabalho e efetivá-lo na sua região, conforme decisão da diretoria colegiada da Emater e do secretário da Sedap,Marenilson Batista,  atendendo recomendação do governador Ricardo Coutinho.

O secretário da Agricultura Familiar, Alexandre Araújo, afirmou que existe um comprometimento de toda a equipe da Emater e de outros órgãos visando avançar com esse projeto, que tem por finalidade mudar a qualidade de vida das pessoas, a começar pela produção de agrícola sadia e a certeza de uma fonte de renda para os agricultores.

O diretor técnico da Emater, Erasmo Lucena, disse que o evento em Casserengue é uma prova testemunhal de que o homem do campo precisa cada vez mais da presença de parceiros para melhorar a qualidade de vida. Outro que também destacou os avanços que estavam ocorrendo no município foi o padre José Fabiano de Araujo, da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, bem como a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Município, Maria Celene Soares.

A realização do Projeto de Inclusão Produtiva foi organizada pelo escritório regional de Solânea e contou a participação de técnicos de todos os demais escritórios de municípios vizinhos, de modo que os agricultores pudessem encaminhar seus pleitos.