João Pessoa
Feed de Notícias

Estudantes ‘abraçam’ a Lagoa no Dia de Combate ao Fumo

quinta-feira, 29 de agosto de 2013 - 15:19 - Fotos:  José Lins/Secom-PB

O cigarro só faz mal a saúde e por meio dele você pode chegar a outras drogas ‘pesadas’, a exemplo da maconha e do crack”. O alerta foi dado na manhã desta quinta-feira (29) pela estudante Maria Soledade, 20 anos, aluna do 3º ano do Ensino Médio da Escola Úrsula Lianza. Ela foi uma dos milhares de estudante que abraçaram simbolicamente a Lagoa do Parque Solon de Lucena. O ato foi para lembrar o Dia Nacional de Combate ao Fumo e reuniu cerca de três mil alunos de oito escolas.

A estudante contou que tem um irmão que fuma e por várias vezes o aconselhou a deixar o vício. “Por causa do cigarro, ele já começou apresentar problemas de saúde, pois tosse muito e apresenta secreção”, disse Maria Soledade. Quem também participou do evento foi a estudante Ana Paula Lopes, 20 anos, que tem a mesma opinião da colega. “O tabaco mata e só causa danos à saúde”, alertou.

Mateus Paulino, de 15 anos, estudante do 1º ano do Colégio Liceu Paraibano, também abraçou a Lagoa e deixou o seu recado. “Muitos jovens são influenciados por outros colegas e, a partir daí, começam a fumar sem saber o perigo que o cigarro pode causar na sua vida. Além do cigarro, eles também enveredam por outras drogas”, disse o estudante. Para Edmila de Macedo, de 15 anos, que também é estudante do 1º Ano no Liceu Paraibano, o cigarro só traz problemas para a saúde e diminui o tempo de vida das pessoas.

Outra ação – As Secretarias de Estado da Saúde e da Educação, a Agevisa, planos de saúde e outros órgãos parceiros realizaram uma palestra sobre o tabagismo no último dia 23. O evento aconteceu no colégio Liceu Paraibano e contou com a participação de diretores de escolas e coordenadores do Programa de Saúde na Escola (PSE).

A palestra foi proferida pelo pneumologista Sebastião Costa e teve como objetivo sensibilizar os educadores a trabalharem a temática do tabagismo em sala de aula. “Temos que fazer a prevenção na adolescência, pois é nesta faixa etária que se inicia o uso do cigarro”, justificou Gerlane Carvalho. De acordo com ela, a ideia é mostrar para os jovens os benefícios de uma vida saudável que eles podem ter sem o uso do cigarro.

Dados - O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A OMS estima que um terço da população mundial adulta, isto é, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas, sejam fumantes. De acordo com estimativas do Instituto Nacional do Câncer, a Paraíba possui hoje 511.480 mil, destes, 99.720 estão em João Pessoa. Segundo a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense 2012), estudo do Ministério da Saúde (MS) em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e apoio do Ministério da Educação, o percentual de adolescentes que experimentaram cigarro caiu em 8% nas capitais, entre 2009 e 2012. O estudo é uma das ações do Programa Saúde na Escola (PSE).