João Pessoa
Feed de Notícias

Estudante da UEPB ganha a prata em competição nacional de karatê

sexta-feira, 23 de outubro de 2009 - 18:53 - Fotos: 

A aluna Roseane Barros da Silva, 21 anos, estudante do primeiro período do Curso de Educação Física da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), conquistou no dia 18 deste mês o segundo lugar no Campeonato Brasileiro Universitário de Karatê, ocorrido em Natal (RN). Acompanhada pelo treinador, Antonio Carlos Nascimento, ela competiu com alguns dos melhores lutadores procedentes de 13 estados brasileiros.

Na última luta da categoria Brasileiro Universitário, Roseane enfrentou a carioca Maria Cecília, 43 anos, conhecida em todo o País pelo seu excelente desempenho. Mesmo com a medalha de prata, Roseane se considerou uma grande vencedora. “Tive a sorte e o privilégio de lutar com uma campeã mundial, uma pessoa de destaque no Brasil inteiro. Ela levou o primeiro lugar, mas teceu muitos elogios ao meu trabalho, disse que eu tinha grande capacidade e que treinasse bastante, pois enxergava meu potencial”, afirmou.

Treinamento – Os exercícios de Roseane são intensos. Todas as manhãs, de segunda a sexta-feira, ela cumpre sua agenda de treino no Ginásio ‘O Meninão’, em Campina Grande. Nas terças e quintas-feiras, faz aeróbica e ainda necessita conciliar tudo isso com as aulas de Educação Física na UEPB, e as atividades extracurriculares.

Desde que começou a lutar, foram mais de 50 medalhas conquistadas. Somente em 2009, ela já venceu quatro campeonatos importantes. Este ano começou com muitas conquistas, pois em janeiro ela passou da faixa marrom para a faixa preta e, poucos dias depois, recebeu o resultado de que fora, enfim, aprovada no Vestibular.

Na UEPB, está engajada no projeto de extensão Tai Chi Chuan e Práticas Corporais, além de ministrar aulas de Aero-Combat, voltadas aos idosos. Segundo Roseane, essas aulas foram adaptadas do karatê para aeróbica e apontam resultados significativos.

Força de vontade – A certeza de investir no karatê e a obstinação em perseguir os ideais fizeram com que Roseane tentasse passar no Vestibular para Educação Física durante três anos consecutivos. “Eu não me vejo fazendo outra coisa. Além disso, com o karatê posso mostrar as pessoas, principalmente as crianças carentes, que através do estudo e do esporte podem alcançar seus sonhos”, contou.

Caçula de seis filhos e nascida na Vila Cabral de Santa Rosa, em Campina, a jovem diz que sua família sempre enfrentou muitas dificuldades, mas nunca deixou de incentivá-la a ser uma campeã. “Com 11 anos, meu pai me inscreveu na escolinha d’O Meninão e, desde então, foram muitas conquistas e vitórias. Com apenas dois meses de treino, venci um campeonato mirim e, no mês seguinte, já fui campeã paraibana”, recordou.

Planejando o futuro, Roseane diz que ainda pretende competir muito, mas que também deseja estabelecer uma atividade social importante. “Quero direcionar meu trabalho como atleta para minha comunidade, ajudando, em especial, as crianças e mostrando que há um caminho melhor a seguir. Já passei por adversidades e sei bem o que é isso. Tenho certeza que o esporte encaminha bem os jovens e quero fazer algo nesse sentido”, concluiu.

 

Da Assessoria de Imprensa da UEPB