João Pessoa
Feed de Notícias

Estudante da UEPB é selecionado para projeto audiovisual

sexta-feira, 5 de novembro de 2010 - 15:16 - Fotos: 
Surgido de uma conversa informal no Parque do Povo, em Campina Grande, o argumento para o vídeo “As Voltas do Mundo” acabou sendo selecionado para um renomado edital do Ministério da Cultura, denominado “Revelando os Brasis”. O aluno do curso de Comunicação Social da Universidade Estadual da Paraíba, Fabrício Santana Souza, foi um dos quatro paraibanos escolhidos e até o início de 2011 estará apresentando um documentário sobre a capoeira.

O estudante nem conhecia o Revelando os Brasis até uma amiga sua, Virgínia Passos, contar-lhe sobre um projeto que desenvolvia em Aroeiras – cidade natal do próprio Fabrício – e sugerir a realização de um documentário. O foco principal do vídeo seria a capoeira como agente transformador na vida dos integrantes do projeto desenvolvido por Virgínia. Professora de Educação Física, ela começou a dar aulas de capoeira para alunos do Ensino Fundamental e Médio da cidade, que mesmo depois de vários anos continuam participando ativamente da iniciativa. A partir disso, ele escreveu a história, enviada para o edital no último dia.

A primeira etapa da seleção compreendia a escolha de 40 roteiros, advindos de todo o Brasil, porém provenientes de municípios com até 20 mil habitantes, caso de Aroeiras. Após o resultado positivo, Fabrício e os outros selecionados partiram para a cidade do Rio de Janeiro e no período de 04 a 17 de outubro participaram de uma oficina na área cinematográfica. Assim como Fabrício descreveu, foi um “intensivão”, com aulas de segunda a sábado, durante todo o dia, sobre roteiro, direção, produção, fotografia, direção de arte, som, edição, finalização, pesquisa, mobilização, direitos autorais e comunicação colaborativa, com os melhores documentaristas e profissionais da área.
A oficina foi bancada com recursos do próprio edital, procedente da Petrobrás, que também custeará todas as fases do filme do estudante.

Ao retornar da atividade, Fabrício começou a pré-produção do seu documentário, que tem previsão de gravação entre os dias 18 e 21 de dezembro. Para a efetivação, os diretores contarão com o apoio de uma produtora regional que providenciará os equipamentos de câmera e de som digitais.  

Após a gravação, edição e finalização, os vídeos serão apresentados em espaços abertos e gratuitos durante o Circuito Nacional de Exibição do Revelando os Brasis. De acordo com o edital, ele tem até 28 de fevereiro para enviar o projeto pronto. Depois disso, o material será exibido na cidade onde foi rodado, evento que faz parte do Revelando os Brasis e visa também abrir caminhos para o progresso do audiovisual em pequenas cidades.

O projeto prevê, ainda, a exibição dos vídeos em um programa de TV veiculado pelo Canal Futura, além do lançamento dos filmes em DVD com distribuição gratuita entre organizações sociais e culturais, bibliotecas, universidades e cineclubes de todo o Brasil. Assim, no primeiro semestre do ano que vem, poderemos conferir o vídeo de Fabrício Santana.
 
 
Mais sobre As Voltas do Mundo

O argumento do vídeo de Fabrício diz que o amor à capoeira fez a professora Virgínia, conhecida como Guerreira, levar uma nova perspectiva de vida a seus alunos, que superaram seus próprios limites. Muitos possuíam problemas pessoais, como dificuldade de sociabilização, baixa autoestima, timidez e hiperatividade e passavam por situações que envolviam preconceito e discriminação. Mesmo assim, todos participavam da capoeira, momento em que encontravam uma saída para aquela adversa condição de vida. Cada um com seu caminho, e todos os caminhos levavam a um só: o da roda de capoeira, a roda do respeito, da amizade, da superação.

Desenvolvida no Brasil pelos povos africanos, a capoeira nasceu da ânsia por liberdade dos escravos. Tombada em 2008 como Patrimônio Cultural e Histórico Brasileiro, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a capoeira é arte, cultura e história, utilizada como meio de transformação e inspiração para milhares de pessoas.