Fale Conosco

22 de julho de 2009

Estudante com sintomas de gripe é internado. Estado tem cinco casos investigados



A Secretaria de Estado da Saúde (SES) notificou, nesta quarta-feira (22), o 24º caso suspeito de influenza A (H1N1) na Paraíba. Um estudante universitário de 31 anos, morador de João Pessoa, que tem pneumopatia crônica, foi internado no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW) na Capital, com febre, tosse, falta de ar, dor na garganta e coriza. Desde o surgimento do novo vírus, cinco casos foram confirmados no Estado, 14 descartados e cinco estão sendo investigados.

O paciente chegou de Brasília na terça-feira (21), apresentou os sintomas um dia depois e procurou o hospital nesta quarta-feira. “Ele apresenta fator de risco para complicações, a pneumopatia e, por isso, foi hospitalizado e está sendo medicado.

A amostra para exame foi coletada e será encaminhada ao Instituto Evandro Chegas (em Belém-PA), para isolamento viral”, explicou Diana Pinto, gerente de Resposta Rápida da SES.

Medidas – Diana Pinto lembrou que a Organização Mundial de Saúde (OMS) já declarou alerta máximo de pandemia do novo vírus. “O único jeito seguro de evitar a nova gripe é a vacina, que ainda não foi disponibilizada.

As medidas de higiene devem ser adotadas, porque contribuem para evitar a disseminação do vírus. Por enquanto, não registramos nenhum surto e as pessoas devem ficar tranquilas, porque estamos preparados”, esclareceu.

A gerente de Resposta Rápida afirmou que as pessoas devem ser orientadas a procurar um médico se tiverem sintomas de gripe. “Nós precisamos cuidar dos doentes graves, que têm doença respiratória aguda grave ou que apresentam algum fator de risco para complicações, que são crianças menores de 2 anos, idosos com mais de 60 anos, gestantes, imunodepressivos, hemoglobinopatas, diabéticos e pessoas com doenças cardíaca, pulmonar ou renal crônica”, lembrou.

A SES aguarda o resultado dos exames nas amostras de secreção de mais quatro pacientes: uma analista judiciária de 39 anos, moradora de João Pessoa; um pedreiro de 25 anos, morador do município de Tavares; uma dona-de-casa carioca de 24 anos, que está visitando a família em Campina Grande, e um agricultor de 31 anos, morador de Bonito de Santa Fé.

Os quatro já estão de alta. Na segunda-feira (20), a SES recebeu o resultado do exame da enfermeira de 23 anos, de Pocinhos, que deu positivo para influenza, mas negativo para o vírus H1N1. Isso significa que ela estava com a gripe sazonal ou gripe comum.
 

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB