João Pessoa
Feed de Notícias

Estrutura do Salão do Artesanato conta com mais de dois mil metros de área

quinta-feira, 9 de junho de 2011 - 16:40 - Fotos: 

Localizado próximo à entrada de Campina Grande, o prédio de uma antiga concessionária, na Avenida Severino Cabral, no bairro do Catolé, é o principal endereço do artesanato paraibano até o próximo dia 26. No local, está sendo realizado o 14º Salão de Artesanato da Paraíba, que reúne mais de cinco mil peças de 14 tipologias artesanais em uma área de aproximadamente 2.500 metros quadrados. Neste espaço, idealizado e montado por uma equipe de cerca de 150 profissionais, o visitante é convidado a caminhar por um grande labirinto que revela a beleza e a originalidade das obras de 3.400 artesãos paraibanos.

Realizado com um investimento da ordem de R$ 400 mil, o evento é uma iniciativa da Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico, por meio do Programa de Artesanato da Paraíba, com a parceira e o patrocínio do Sebrae e Banco do Brasil. “Com muito trabalho e criatividade conseguimos montar a estrutura do evento, que é beneficiado por uma boa localização, já que o prédio fica praticamente na entrada da cidade”, comenta a gestora do Programa do Artesanato, Ladjane Barbosa.

Um cenário externo, composto por casinhas que remetem às paisagens das cidades do interior do Estado, já mostra que um dos destaques do evento é a decoração, assinada por profissionais paraibanos como Babá Santana, Ion Pontes, Lurdinha Guimarães, Sereco e o grafiteiro Múmia. No hall de entrada, a xilogravura de José Costa Leite e as peças articuladas em madeira de Maritônio Portela dão boas vindas ao visitante e abrem caminho para a exposição, que conta com 14 peças de tipologias como madeira, tecelagem, cerâmica, couro, pedras, metais, fios e algodão colorido.

No final do labirinto, está a área dedicada à gastronomia, onde cerca de 50 pessoas expõem iguarias regionais e dois restaurantes típicos dão suporte ao evento. Para manter toda esta estrutura em funcionamento, o Salão contou com profissionais como marceneiros, eletricistas, vigilantes, auxiliares de limpeza e motoristas, totalizando uma equipe de 150 trabalhadores, comandados pela equipe do Programa do Artesanato.