Fale Conosco

18 de junho de 2009

Estoque de remédios excepcionais passa de 40% para 93,27%



O estoque de remédios do Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcionais (Cedmex) passou de 40%, na gestão passada, para 93,27% atualmente. O secretário estadual da Saúde (SES), José Maria de França, disse que na verdade não deveria estar faltando nenhum remédio, mas o desabastecimento do setor era muito grande para ser reposto em tão pouco tempo.

“Estamos vencendo as barreiras burocráticas dos processos de licitação para resolver esse problema que ainda é grave, mas era muito mais grave na gestão anterior. Chegou a faltar 130 itens da lista de 223. Hoje, temos a falta de 15”, explicou. Segundo ele, os medicamentos em falta já foram comprados ou estão em processo de compra e o problema deve ser resolvido nos próximos 15 dias.
 
Dosagem – A diretora do Cedmex, Roberlândia Freire, disse que em alguns casos o Centro dispõe da medicação, mas em uma dosagem diferente da receitada ao paciente. “No caso do paciente que precisa de 10 comprimidos de 100mg de um medicamento e só temos de 50mg, estamos entregando 20 comprimidos. Está faltando a medicação ‘Tracolimo 1mg’, mas temos a de 5mg e estamos enviando à farmácia de manipulação para fracionar e atender aos pacientes, enquanto a de 1mg não chega”, explicou.

Além da reposição da medicação, o Cedmex melhorou o atendimento aos pacientes que antes esperavam em filas intermináveis, sob sol e chuva. Hoje, os usuários contam com um ambiente mais humanizado para receber a medicação. A partir do próximo mês de julho, a entrega será informatizada, diminuindo ainda mais a espera do paciente.

Assessoria de Imprensa da SES-PB