João Pessoa
Feed de Notícias

Estado vai investir R$ 45 milhões na saúde de média e alta complexidade

sexta-feira, 3 de agosto de 2012 - 10:12 - Fotos:  Secom-PB

Construção de UPA em Cajazeiras (Foto: Secom-PB)

 

Investimentos na ordem de R$ 45 milhões serão investidos pelo Governo do Estado na área de saúde, principalmente nos serviços de média e alta complexidade. O montante faz parte do Proinveste um Programa do Governo Federal que abre linha de crédito de R$ 20 bilhões. A Paraíba foi contemplada com R$ 689 milhões para serem aplicados em áreas vitais ao desenvolvimento a exemplo de estradas, hospitais, infraestrutura, segurança pública, esporte e saneamento básico.

O engenheiro clínico da Subgerência de Acompanhamento de Serviços de Engenharia Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde, Fernando Mateus, disse que os investimentos vão acontecer em todas as regiões do Estado beneficiando principalmente as unidades de saúde que estão em construção, a exemplo das Unidades de Pronto Atendimentos (UPA) de Princesa Isabel e Cajazeiras e os hospitais de Mamanguape, Taperoá, Picuí e Pombal. Além dessas unidades, os hospitais regionais também serão reequipados.

Entre os equipamentos que serão adquiridos estão autoclaves, foco cirúrgico (lâmpadas), ventiladores pulmonares, camas motorizadas, aparelhos de raios-X fixos e móveis, cardiovessores, aparelhos de anestesia, dentre outros.

Para o secretário de Estado da Saúde, Waldson Dias de Souza, a aplicação desses investimentos irá proporcionar mais qualidade de vida para a população com oferta de serviços de qualidade e eficiência. “Esta gestão tem trabalhado em busca de recursos financeiros e tem firmado parcerias para colocar o Estado em funcionamento, não só no tocante à Saúde, como nas demais áreas”, enfatizou.

A rede hospitalar do Estado disponibiliza 2.217 leitos, segundo o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES). No ano passado essa rede foi responsável por 1,9 mil atendimentos, sendo 1,2 mil na área de procedimentos clínicos. Também foram realizadas 282 mil cirurgias, segundo o Datasus, que registrou  ainda 58 mil internações nas áreas de pediatria, obstetrícia, pneumologia e clínica geral, entre outras especialidades.

Desde o início da atual gestão, já foram investidos recursos da ordem de R$ 272 milhões na área de saúde, R$ 243 milhões só no ano passado. O montante foi aplicado em reformas e ampliação de hospitais e outras unidades de saúde, bem como na aquisição de equipamentos.

“O mais importante é que o dinheiro está sendo aplicado de acordo com as necessidades e as prioridades de cada município. As decisões para a aplicação desses recursos foram e decididas de forma democrática durante as reuniões do Orçamento Democrático que aconteceram em várias regiões do Estado”, disse o secretário.