João Pessoa
Feed de Notícias

Estado vai implantar fluxograma para atender mulheres vítimas de violência

sexta-feira, 25 de novembro de 2011 - 19:15 - Fotos: 

Saúde vai implementar o Fluxograma da Rede de Atenção à Mulher Vítima de Violência. Foto: Antonio David/Secom-PB

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) vai implementar o Fluxograma da Rede de Atenção à Mulher Vítima de Violência em todos os hospitais de referência distribuídos em sete municípios: João Pessoa, Campina Grande, Cajazeiras, Sousa, Patos, Monteiro e Guarabira. A coordenadora da Área Técnica em Saúde da Mulher, Fátima Moraes, explicou que a primeira providência após um caso de violência é o encaminhamento ao hospital; só depois o registro da denúncia nos órgãos da polícia e da Justiça.

De acordo com Fátima, as mulheres vitimadas pela violência devem ser encaminhadas com urgência nas primeiras 72 horas após o fato. “Com providências como esta podem ser evitados, por exemplo, a contaminação pela Aids e a gravidez. O governo do Estado, por meio da SES, oferece o kit com todos esses medicamentos, gratuitamente. Para se ter uma ideia, a medicação que previne a contaminação com o vírus HIV custa R$ 5 mil”, destacou.

Em João Pessoa, as vítimas devem ser encaminhadas à Maternidade Frei Damião ou ao Instituto Cândida Vargas, administrado pela prefeitura do município. Em Campina Grande, o hospital de referência é a Maternidade Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea); em Patos, é o Hospital Peregrino Filho; em Monteiro, a Maternidade Santa Filomena. Também são referência os Hospitais Regionais de Cajazeiras, Sousa e Guarabira.

Fátima explicou que, nesses serviços, as mulheres são atendidas e recebem a medicação profilática para evitar a gravidez indesejada e as DST/Aids. Além desses serviços, as mulheres também contam com atendimento de uma equipe multiprofissional, formada por psicólogos, assistentes sociais e profissionais da área jurídica.

Fluxograma – O lançamento do fluxograma aconteceu durante o Seminário Estadual da Rede de Atenção às Mulheres Vítimas da Violência, aberto nessa quinta-feira (24) e encerrado nesta sexta-feira (25), no Hotel Ouro Branco, em João Pessoa. O fluxograma aponta os locais para onde as vítimas devem ser encaminhadas de acordo com as necessidades: atenção à saúde, assistência psicológica, assistência social, assistência jurídica e responsabilização criminal.