João Pessoa
Feed de Notícias

Estado vai ajudar na implantação de Fazenda da Esperança em Patos

terça-feira, 6 de abril de 2010 - 18:08 - Fotos: 

O Governo do Estado vai contribuir com a implantação de uma unidade da Fazenda da Esperança no município de Condado, Alto Sertão paraibano. O governador José Maranhão assegurou ao bispo da Diocese de Patos, Dom Manoel dos Reis de Farias, a aquisição de uma área de 390 hectares (no valor de R$ 150 mil) para a construção da nova unidade, que deve entrar em funcionamento a partir de 2011 e se destina a assistir jovens com problemas de dependência química.

A audiência de Dom Manoel com o governador José Maranhão ocorreu na manhã desta terça-feira (6), na Granja Santana, em João Pessoa. O religioso informou que a Diocese de Patos está grata ao governador pelo apoio à causa social que acolhe jovens em risco social. Em média, as unidades da Fazenda da Esperança assistem a 50 jovens por turno.

A Diocese de Patos envolve 38 municípios. Natural de Pernambuco, Dom Manoel é bispo há oito anos naquela região e já é cidadão patoense e paraibano. Acompanharam o religioso na audiência o padre Expedito e o diácono José Lacerda.

Histórico – A Fazenda da Esperança é uma associação de fiéis reconhecida pela Igreja Católica. Seu trabalho se dá em diversos campos sociais, mas o principal é a recuperação de jovens dependentes químicos. As comunidades terapêuticas abrigam jovens dependentes químicos ansiosos por se ver livre das drogas e do álcool.

Conforme informações do portal da Fazenda, “os primeiros passos para o nascimento dessa família foram dados em 1983 quando Nelson Rosendo, orientado por frei Hans Stapel a viver a Palavra de Deus concretamente, aproximou-se de uma esquina na cidade de Guaratinguetá/SP, onde os jovens vendiam e consumiam drogas. Desse contato surgiu o primeiro pedido de ajuda de Antonio Eleutério, que expôs seu desejo de se libertar da dependência. A Fazenda da Esperança está presente em diversos Estados e em dez outros países”.

Com o passar dos anos, a comunidade terapêutica entendeu “que sua finalidade principal deve ser a vida que se origina da vivência do Evangelho pelos membros da associação de fiéis, reconhecida e aprovada pela Igreja Católica, nomeada de Família da Esperança”.

Josélio Carneiro, com informações do site da Fazenda Esperança e fotos de Walter Rafael, da Secom-PB