João Pessoa
Feed de Notícias

Estado recebe recursos para implantação de Centrais de Marcação de Consultas

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 - 10:33 - Fotos: 

O Governo do Estado recebeu do Ministério da Saúde a garantia do repasse de R$ 7,1 milhões para implantação de Centrais de Marcação de Consultas e Exames Especializados, em 219 municípios. A previsão é que até setembro, todas as unidades de saúde que atendem pelo SUS estejam interligadas em uma rede de computadores.

Os usuários que precisarem de exames e cirurgias sairão dessas unidades com o dia, a hora e o local dos procedimentos agendados. Os recursos também serão utilizados na compra de novos equipamentos para quatro centrais que já funcionam no Estado. O projeto foi elaborado pela Secretaria de Saúde do Estado (SES) em dezembro do ano passado e aprovado pelo MS, através da portaria 3.188/09.

A informatização do agendamento de consultas e exames vai facilitar e humanizar o acesso da população aos serviços oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a gerente-executiva de Regulação e Avaliação da Assistência da SES, Edjanece Romão, dos 223 municípios paraibanos, apenas os que são sedes das macrorregionais de Saúde – João Pessoa, Campina Grande, Patos e Sousa – possuem Centrais de Marcação de Consulta. No restante do Estado, os serviços são marcados por telefone, em ambientes improvisados. O dinheiro será utilizado para a compra de 1.741 kits, que serão distribuídos, de forma proporcional nos municípios.

Cada kit conterá um computador, uma impressora, um no-break, um headset (conjunto de fone de ouvido e microfone para uso em microcomputadores e telemarketing), além de cadeira e mesa para computador.  Parte dos recursos será aplicada na melhoria dos complexos reguladores, que funcionam nas quatro macrorregionais.

Agendamento online - As centrais são responsáveis pelo agendamento de todos os serviços oferecidos pelo SUS, a exemplo de consultas, exames e cirurgias. “Com a informatização, o usuário sairá da unidade de saúde, sabendo o local, o dia e a hora em que terá acesso ao serviço, inclusive com o nome do médico que vai fazer o atendimento”, explicou Edjanece.

De acordo com o projeto, cada unidade básica de saúde da zona urbana, além de hospitais, serviços especializados e policlínicas que possuem convênio com o SUS, receberão um computador, que ficará interligado com as Centrais de Marcação dos municípios.  Estas centrais, por sua vez, farão o agendamento direto, via Internet, com as macrorregionais de Saúde ou com o município de referência para o serviço solicitado. “Teremos uma grande rede de computadores interligados, na qual vamos poder fazer o monitoramento desse fluxo nas quatro macrorregionais”, disse Edjanece.

Monitoramento do fluxo - Ela explicou que o projeto de informatização das Centrais de Marcação de Consulta, é a primeira etapa da implantação do Sistema de Informação de Regulação (Sisreg/SUS), no Estado. O Sisreg é um sistema de informações online, disponibilizado pelo Datasus, para o gerenciamento e operação das Centrais de Regulação, que possibilita o acompanhamento, via internet, do fluxo de referência da Programação Pactuada e Integrada (PPI). “Através do Sisreg, que está em fase de implantação, teremos como saber se os municípios estão fazendo o atendimento de acordo com o que foi programado na PPI, além de podermos acompanhar a utilização dos recursos financeiros. Acreditamos que até o final do ano, o sistema esteja funcionando”, afirmou Edjanece.

Assessoria de Imprensa da SES/PB