Fale Conosco

2 de abril de 2012

Estado investe cerca R$ 65 mil mensais na compra de medicamentos



O Dia Nacional de Parkinsoniano acontece nesta quarta-feira (4). Na Paraíba, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) dispõe de sete medicamentos em diferentes doses para o tratamento desta patologia. Atualmente, 1.043 usuários cadastrados em tratamento contínuo recebem a medicação gratuita no Centro Especializado de Dispensação de Medicamentos Excepcional (Cedmex).  Para a aquisição dos medicamentos, é investida uma média mensal de R$ 65 mil.

De acordo com a chefe do Núcleo de Assistência Farmacêutica da Secretaria de Estado da Saúde, (SES) Gilcélia Ribeiro, o mal de Parkinson é uma das doenças neurológicas degenerativas mais comuns, atinge várias classes sociais e todos os grupos étnicos e afeta a capacidade do cérebro de controlar os movimentos. “Estima-se uma prevalência de 100 a 200 casos por 100 mil habitantes”, disse. O mal recebe esse nome em homenagem ao doutor James Parkinson, o primeiro médico a descrever a doença.

Para ter acesso aos medicamentos, o usuário pode procurar o Cedmex munido dos seguintes documentos: laudo de solicitação de medicamentos devidamente preenchido pelo médico especialista (LME); prescrição médica; laudo médico com critérios para o diagnóstico clínico; cartão do SUS; carteira de identidade; CPF; comprovante de residência; e, ser for o caso, procuração do responsável e documentos (RG e CPF).

A lista de medicamentos de responsabilidade do Estado é composta por: Amantadina 100 mg; Bromocriptina 2,5 mg; Bromocriptina 5 mg; Entacapona 200 mg; Pramipexol 0,125 mg; Pramipexol 0,25 mg; Pramipexol 1 mg; Selegilina 10 mg; Selegilina 5 mg; Tolcapona 100 mg; e Triexifenidil 5 mg.

Serviço – O Cedmex está localizado na Rua Jesus de Nazaré, s/n, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa. Para quaisquer dúvidas e informações, o telefone para contato é 3218-5900. Os pacientes do interior do Estado são atendidos pelos Núcleos Regionais de Saúde de suas respectivas cidades.