Fale Conosco

6 de maio de 2013

Estado inicia campanha de vacinação do rebanho contra febre aftosa



emater campanha febre aftosa 1 270x202 - Estado inicia campanha de vacinação do rebanho contra febre aftosaO Governo do Estado lançou, nesse fim de semana, a primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa, que se estende até o dia 31 deste mês. A ação é executada pela Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e de Pesca (Sedap) e suas vinculadas. A meta é vacinar 100% do rebanho. O lançamento aconteceu na Fazenda Serrote Agudo, no município de Catingueira, região de Patos.

Todos os criadores de bovinos e bubalinos estão obrigados a vacinar seu rebanho. Depois disso, o criador tem até 10 de junho para notificar a vacinação nos escritórios da Defesa Agropecuária espalhados pelo Estado. É necessário apresentar as notas fiscais das vacinas e a classificação do rebanho separado por idade e sexo.

Os criadores que não vacinarem, ou não apresentarem a notificação no tempo previsto, estão sujeitos a punições como multas, e a impossibilidade do transporte e comercialização, uma vez que não terão direito ao GTA (Guia de Trânsito Animal), além da exclusão dos programas do governo. As farmácias veterinárias que estão inaptas para a venda de vacinas devem procurar a Defesa Agropecuária para regularizarem a situação de comercialização do produto.

Estiveram presentes ao evento, o secretário da Sedap, Marenilson Batista, o representante do Ministério de Agricultura Antônio Ibernon, o presidente da Emater Paraíba, Geovanni Medeiros, o gerente executivo da Defesa Agropecuária da Paraíba, Rubens Tadeu, o secretário de Agricultura do Município de Catingueira, José Fernandes, além de prefeitos da região, representantes do Banco do Nordeste, gerentes regionais da Emater, vereadores, equipe da defesa agropecuária de Patos e autoridades locais.

De acordo com o secretário Marenilson Batista, a principal meta da campanha é fazer com que a Paraíba “passe do estado de médio risco para livre de aftosa com vacinação”, e para que isso ocorra, “depende do empenho de todos, de um trabalho conjunto entre secretarias municipais de agriculturas, prefeituras, defesas agropecuárias, pequenos e grandes agropecuaristas, juntos e focados nesse propósito”, disse.

Geovanni Medeiros destacou o empenho de todos os profissionais participantes da campanha de vacinação e ressaltou a importância das parcerias com os órgãos envolvidos para os resultados que o Estado vem obtendo no decorrer dos anos. Lembrou que a Emater é uma aliada da Sedap e da Defesa Agropecuária na execução de um trabalho conjunto para “alcançar a meta de um estado livre de aftosa com vacinação”.

“Se a Paraíba der esse passo para estado livre de aftosa com vacinação passará a ser o espelho do Brasil”, declarou o representante do Ministério de Agricultura, Antônio Ibernon.