João Pessoa
Feed de Notícias

Estado e UEPB discutem educação prisional e inauguração de campus

terça-feira, 17 de abril de 2012 - 10:02 - Fotos: 

Ampliação das salas de aula, criação e aprimoramentos de cursos para mulheres e uma data para a inauguração do campus avançado da UEPB no Presídio do Serrotão, em Campina Grande, estiveram nas discussões entre o secretário Washington França (Administração Penitenciária), a reitora da instituição de ensino, Marlene Alves, e o juiz Fernando Brasilino, das Execuções Penais.

“Reafirmamos a continuidade dos projetos e parcerias com a UEPB, também discutimos novos projetos que em breve estaremos anunciando”, disse o secretário Washigton França, após a reunião, realizada na tarde da segunda-feira (16).

O campus avançado da UEPB está em fase de conclusão, com data prevista de inauguração para o dia 10 de maio. Essas instalações constarão com oito salas de aulas onde os apenados terão oportunidade de entrar no universo escolar e acadêmico, com aulas desde o ensino básico ao superior e profissionalizante.

“Achamos muito interessante essa parceria com o sistema prisional, é de extrema relevância que nossos professores e estudantes saiam do universo acadêmico e conheçam outras realidades”, avaliou a professora Marlene Alves.

Fernando Brasilino, juiz da Vara de Execuções Penais de Campina Grande, elogiou a iniciativa pioneira do Estado: “O desafio educacional da UEPB e do sistema prisional da Paraíba é uma coisa inédita, até mesmo no nível de Brasil e talvez de America Latina. Instalar um campus dentro de um presídio é um negocio jamais visto em parte alguma no Brasil”.

Parcerias – A UEPB é parceira no programa do governo “Cidadania é Liberdade” e está implantando vários projetos no complexo do Serrotão. Na ala feminina, por exemplo, haverá berçário, ambulatório, biblioteca, fábrica de cinto e bolsas e sala multiuso com recursos audiovisuais.

Já para a ala masculina será construída fábrica de pré-moldados, oito salas de aula, biblioteca, além de salas de informática, leitura e vídeo. Um escritório-modelo jurídico também faz parte do projeto, que constará de três parlatórios, sala de videoconferência, sala para advogados, copa, banheiros e sala de apoio.

Ainda na área da educação foi assinado um convênio com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) que garantirá aos detentos desde a alfabetização até a universidade. Da parceria também resultará um concurso de contos e poesias em presídios de Campina Grande. Ao final do concurso, a editora da UEPB lançará um livro reunindo essa produção literária.