João Pessoa
Feed de Notícias

Estado e Prefeitura lançam projeto que beneficia pessoas com deficiência

sábado, 3 de dezembro de 2011 - 23:08 - Fotos:  João Francisco/Secom-PB

Apresentação de dança em cadeira de rodas. Fotos: João Francisco/Secom-PB

O projeto “Acesso cidadão – ao lazer, esporte, arte e cultura”, que beneficiará pessoas com deficiências ou com mobilidade reduzida, garantindo acesso a atividades artístico-culturais e esportivas na orla marítima de João Pessoa, foi lançado na manhã deste sábado (3). O projeto já será posto em prática já no próximo mês.

A solenidade ocorreu na Fundação Casa de José Américo (FCJA) e, para marcar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, houve entrega de dez medalhas para Franswillame Oliveira, representando a equipe dos atletas paraolímpicos, que representaram a Paraíba no Para-panamericano de Guadalajara, no México. Contou ainda com apresentação de dança em cadeira de rodas da dupla Maria José e Valdir, da Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad).

Realizado pela parceria entre o Governo do Estado, por meio da FCJA, secretarias da Prefeitura de João Pessoa – sob a coordenação da Secretaria de Planejamento (Seplan) – e a ONG Assessoria e Consultoria pela Inclusão Social (AC Social), o projeto é pioneiro no Brasil, ao promover, simultaneamente,  a inclusão social e o acesso das pessoas com deficiência às atividades de esporte, cultura e lazer.

Na ocasião, fizeram pronunciamento o presidente da Fundação Casa de José Américo, Flávio Sátiro Filho, o representante da Seplan, Tiago Alcântara, e o presidente da AC Social, Genilson Machado. Todos destacaram a importância do projeto para permitir acessibilidade ampla ao lazer para as pessoas com deficiências.

Metas – Para desenvolver o projeto, o Governo do Estado, a Prefeitura e a AC Social assinaram um termo de cooperação, no último dia 16 de agosto. Por meio dele, as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida terão acesso ao conhecimento na FCJA e, de lá, vão praticar esporte na praia, já que a fundação está na Avenida Cabo Branco.

O projeto pretende aprofundar as relações entre a FCJA e a sociedade; capacitar e formar equipes de profissionais especializados no atendimento à pessoa com deficiência nas áreas de saúde, esporte e lazer adaptados; incentivar a participação e a integração dos familiares de pessoas com deficiência; assegurar que pessoas com deficiência tenham acesso a locais de eventos esportivos, recreativos, turísticos e culturais; e conscientizar sobre a necessidade de facilitar a vida da pessoa com deficiência.

Haverá ainda a criação de oficinas de surf adaptado, de arte e esculturas na areia, de vôlei sentado e oficinas recreativas, como peteca e spiribol, bem como serão promovidas palestras e atividades nas dependências do museu, com projeção de filmes e encenação de teatro de fantoches.