João Pessoa
Feed de Notícias

Esposo de paciente atendida na maternidade de Patos destaca atendimento humanizado da unidade

segunda-feira, 2 de abril de 2018 - 11:02 - Fotos:  Secom-PB

Acolher os pacientes com excelência nos serviços prestados, ser uma maternidade de referência em atendimento à alta complexidade materna e neonatal, comprometida com a excelência nos serviços prestados de forma humanizada, tratar com respeito e carinho as pacientes, com competência técnica e se aperfeiçoando continuamente. Essa missão e valores fazem parte do cotidiano de todos os que integram a Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos, e ganharam destaque nas redes sociais.

O testemunho de Ronaldo, marido de uma paciente atendida na maternidade, reitera a conduta e o atendimento humanizado. Mesmo não tendo um final feliz, pois Rebeca perdeu o bebê e teve que fazer uma curetagem no dia 26, ele reconheceu publicamente, através de uma postagem em seu perfil no Instagram (@Ronaldoamorfraterno), a satisfação e surpresa de ter sido tão bem atendido.

“Criticar e falar mal é muito mais fácil. Ainda mais quando vamos falar de algo do Sistema Público. Mude! Reveja os seus princípios”, destacou ele, para em seguida narrar a situação vivida na unidade que integra a rede estadual de saúde e é administrada pelo Instituto Gerir.

“Nestes últimos três dias, eu e Rebecca passamos pela experiência de um aborto. Sozinhos, eu ela e Cecília, ninguém da família por perto, às 23h do domingo corremos para a Maternidade Dr. Peregrino Filho, de Patos. Não sabíamos o que nós encontraríamos lá. Rebecca sangrava compulsivamente. Estávamos muito assustados e com medo. Chegamos lá e fomos atendidos de imediato. Já nesse primeiro contato, vimos o cuidado de todos do hospital conosco. Do porteiro ao médico. Fizeram de tudo para nos ajudar, de forma mais humana possível. Fizeram de tudo para que a internação de Rebecca não prejudicasse Cecília”, destacou Ronaldo.

“Na segunda, já com uma equipe nova de plantão, nada mudou”, prossegue a postagem de Ronaldo, “o cuidado continuava o mesmo. A estrutura do hospital me surpreendia. Nunca tinha visto um hospital público tão bem equipado, limpo, organizado. Camas todas eletrônicas, ar condicionado e TV em todos os quartos. Eu olhava aquilo e não acreditava que estava no SUS”, postou ele, complementando que “até o final de nosso tempo lá, que foi na terça até o almoço, toda a tranquilidade humana e física do hospital se manteve. Não sei o nome de ninguém que nos atendeu. Mas, gostaria de agradecer e parabenizar todos vocês por nos tratar como gente”, escreveu Ronaldo que finalizou a postagem desta forma: “pode haver falhas no hospital. Mas, se compararmos ao resto do sistema público de saúde, a Maternidade Dr. Peregrino Filho tem algo diferente de tudo que já vi”.

Para o diretor geral da Maternidade, Dr. Umberto Marinho Júnior, depoimentos como esse comprovam o trabalho que é feito no dia a dia. “O reconhecimento ao bom serviço prestado, reforça a humanização no atendimento que sempre foi nossa prioridade e é também um indicativo que estamos no caminho certo. Esse testemunho nos enche de alegria e satisfação porque é um estímulo para que continuemos avançando com uma prestação de serviço cada vez melhor e mais acolhedora”, destaca o médico.