João Pessoa
Feed de Notícias

Espep entrega plano para se transformar em escola de nível superior

quinta-feira, 14 de julho de 2011 - 17:52 - Fotos:  Vanivaldo Ferreira/Secom-PB

Professor José Francisco Neto recebe plano do superintendente da Espep.Foto: Vanivaldo Ferreira/Secom-PB

O superintendente da Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba (Espep), André Luiz de Sousa Felisberto, entregou na tarde desta quinta-feira (14) o Plano de Desenvolvimento Institucional ao presidente do Conselho Estadual de Educação, professor José Francisco de Melo Neto. O PDI prevê a transformação da Espep em escola de ensino superior. A professora Telma Porto, coordenadora do Núcleo de Seleção de Treinamento da Espep, prestigiou o evento.

Com a entrega do documento, o PDI será analisado pelo Conselho Estadual de Educação para aprovar a transformação do órgão encarregado da qualificação do servidor público estadual.

De acordo com o professor André Luiz, a qualificação faz parte do programa do governador Ricardo Coutinho em benefício do funcionário público estadual. Serão oferecidos cursos de graduação e pós-graduação em diversas áreas. Tão logo seja aprovado, o primeiro curso será de Administração Pública. “A Espep pretende ofertar também cursos de gestão nas áreas da saúde, educação, tecnologia da informação e meio ambiente”, explicou o superintendente da Espep.

Para o curso de Administração Pública estão previstas 200 vagas por ano, com duas turmas por semestre, que serão preenchidas através de vestibular. De acordo com o PDI, além dos cursos de graduação, a Espep deverá oferecer pós-graduação Lato Sensu (especialização e MBA) nas mesmas áreas que serão ofertados cursos de graduação.

 

Para atender também funcionários do interior, a previsão é que os cursos devam funcionar na quinta-feira à noite, sexta o dia todo e sábado. Com a transformação em escola de ensino superior, a Espep poderá ter uma redução de custo para investir na qualificação do servidor estadual, além de otimizar a qualidade dos serviços prestados.

“A Espep tem a tradição de investir na qualificação do servidor em ensino superior fora de suas instalações. A partir do momento que ofertarmos essa qualificação dentro do nosso espaço físico, certamente haverá uma queda nos custos”, frisou o superintendente.

Mesmo com a transformação em escola de ensino superior, a Espep continuará oferecendo cursos de pequena duração aos servidores públicos estaduais, funcionando nos três turnos e nos fins de semana, com salas de aula, laboratórios, auditório e cozinha. “Até o fim deste ano, vamos instalar nossa biblioteca”, disse André Felisberto.