Fale Conosco

12 de novembro de 2011

Espaço Cine Digital exibe ‘A fuga da mulher gorila’ neste fim de semana



Ambientado em uma cidade interiorana, o filme “A Fuga da Mulher Gorila” homenageia (porque absorve e retrabalha) os espetáculos circenses e as velhas marchinhas de carnaval das chanchadas da Atlântida. A produção será exibida neste fim de semana no Espaço Cine Digital da Fundação Espaço Cultural (Funesc), dentro da programação do projeto Sessão Vitrine, que traz filmes nacionais inéditos que ficam de fora do circuito comercial. As exibições acontecem de sexta a domingo, sempre às 20h. Os ingressos custam R$ 4 (inteiro) e R$ 2 (meia-entrada). Antes da exibição do longa será exibido o curta “A Amiga Americana”, de Ivo Lopes e Ricardo Pretti.

Dirigido por Felipe Bragança e Marina Meliande, “A Fuga da Mulher Gorila” conta a história duas irmãs que pegam a estrada numa Kombi. No caminho, recolhem ator que deseja conhecer o Rio de Janeiro, organizam show mambembe no qual se transformam em gorila e ameaçam a plateia – o oceano, símbolo do infinito, as motiva a se lançarem na busca, a desbravarem o caminho, mesmo que ele seja inalcançável. O filme pulsa sobre o tênue limite entre a aventura e a melancolia, em virtude da impossibilidade de se concluir a jornada.

Musical, o filme é rivettiano: como Paris no Verão, a irrupção brusca das canções rompe com a lógica narrativa pautada pelo naturalismo visual e catapulta ao ambiente os sentimentos retesados das personagens. Flora mantém o olhar inocente, enquanto sua irmã é apenas raiva e saudade: ela abandonou o marido e o filho recém-nascido, largou tudo, fugiu.

Sobre o projeto – Em João Pessoa, o projeto Sessão Vitrine continua durante todo o mês de novembro até o primeiro fim de semana de dezembro. A próxima atração da lista é “Os Monstros”, de Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes e Ricardo Pretti (18 a 20 de novembro). A programação segue com “Os Residentes”, de Thiago Mata Machado (25 a 27 de novembro) e termina com “Crítico”, de Kleber Mendonça (2 a 4 de dezembro). A programação completa e trailers dos filmes podem ser vistos no site do evento (http://www.sessaovitrine.com.br/).

Diante da boa fase produtiva que vive o cinema brasileiro, surgiu a ideia de tornar acessíveis ao público produções capazes de liderar bilheterias, mas que ficam limitadas às exibições em festivais. Um cinema de qualidade, original, que retrata a cultura do país tem se destacado, e aos poucos conquista um público fiel e interessado em cineastas que têm muito para mostrar.

Esse cinema produzido, muitas vezes, com baixo orçamento e de forma totalmente independente diversificou e ajudou a aumentar a produção cinematográfica brasileira – atualmente são produzidos mais de 80 longas-metragens por ano.

Pensando nesse fato e na relação desproporcional existente entre número de filmes produzidos e a quantidade de salas no país, se criou o Projeto Sessão Vitrine como forma alternativa de levar esses filmes ao encontro de um maior número de pessoas. A proposta é dar destaque a esse cinema que recebe grande atenção dos principais festivais do Brasil e do mundo, incentivando o espectador a ir ao cinema, fortalecendo o circuito alternativo e investindo na formação de novas plateias.
Serviço:
Sessão Vitrine
Filme: “A Fuga da Mulher Gorila”, direção: Felipe Bragança e Marina Meliande
82′ / Brasil / 2009 / Português / Ficção
Sessão de abertura: “A Amiga Americana”, direção: Ivo Lopes e Ricardo Pretti
19’ / Ceará / 2009 / Ficção
Data: 11, 12 e 13 de novembro (sessões de sexta a domingo)
Hora: 20h
Local: Espaço Cine Digital/ Espaço Cultural-Funesc
Entrada: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (estudante)