João Pessoa
Feed de Notícias

Espaço Cine Digital exibe ‘O Banheiro do Papa’, a partir desta sexta-feira

quinta-feira, 10 de junho de 2010 - 08:52 - Fotos: 
Consagradíssimo – incluindo seis prêmios no Festival de Gramado (entre eles Melhor Filme), prêmio de Melhor Filme do Juri na 31ª Mostra de Cinema de São Paulo e Roteiro Original no Festival de Cinema Ibero-Americano de Huelva -, “O Banheiro do Papa” (“El Baño del Papa”, 2007) entra em cartaz nesta sexta-feira (11/06) no Espaço Cine Digital do Espaço Cultural José Lins do Rego, em João Pessoa.
 
“O Banheiro do Papa” fica em cartaz de sexta a domingo, com sessões às 18h30 e 20h30 e ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia), vendidos na bilheteria do cine-teatro Bangüê – cujo projetor encontra-se em manutenção, por isso, durante este mês, os filmes serão exibidos no Espaço Cine.

Bem-recebido no Festival de Cannes, onde fez sua estréia mundial na Seleção Oficial Um Certain Regard, o longa-metragem de ficção “O Banheiro do Papa”, co-dirigido por Enrique Fernández e César Charlone, mistura atores profissionais e não-profissionais, numa história comovente, que conquistou público e platéia pelos festivais em que passou.
 
Melo é uma pequena cidade na fronteira do Uruguai com o Brasil. Em 1988, a cidadezinha de cerca de 51 mil habitantes prepara-se para receber a visita do papa João Paulo II. Era aguardada, anunciavam TVs e rádios, uma enxurrada de brasileiros, que na época viviam num país em constante crise financeira. Mesmo assim, os vizinhos uruguaios enxergavam na visita ilustre a chance de ganhar algum dinheiro.

Para um grupo de muambeiros, que abasteciam o comércio local com produtos contrabandeados do Brasil, não foi diferente. A maioria se pôs a fazer quitutes típicos, como a lingüiça e as empanadas, mas só um, Beto (César Troncoso), pensou no que aquela gente toda realmente poderia precisar depois de tanto se fartar: um banheiro.
O filme é a saga de Beto na construção do aposento, desde o momento em que concebe a idéia, tida por ele como genial.

Para levantar o dinheiro da empreitada, ele mergulha de cabeça em confusões, põe em risco os laços familiares, testa a paciência da esposa Carmen (Virginia Méndez) e desaponta a filha Silvia (Virginia Ruiz). Sempre sob a fiel companhia de Valvulina (Mario Silva).

Até o desfecho, Beto perde seu bem mais precioso, a bicicleta, e tudo o que lhe resta é um vaso sanitário. Na verdade, a peça que lhe garantirá riqueza, ou apenas dinheiro para pagar as dívidas.

SERVIÇO:

O BANHEIRO DO PAPA (El Baño del Papa, Brasil, França, Uruguai, 2007). Sinopse: Beto tem a ideia que parece ser a mais genial naquele ano de 1988: construir um banheiro para atender as cerca de 50 mil pessoas que irão assistir a visita do papa João Paulo II a cidade de Melo, no Uruguai. Elenco: César Troncoso, Virginia Mendez, Virginia Ruiz , Mario Silva , Henry de Leon. Gênero: Drama. Direção: César Charlone e Enrique Fernández. Duração: 97 minutos. No Espaço Cine Digital, sexta, sábado e domingo, às 18h30 e 20h30. Ingressos: R$ 4 (inteira), R$ 2 (estudante). Classificação indicativa: 10 anos. Site oficial: http://www.obanheirodopapa.com.br

Assessoria de Imprensa da Funesc