João Pessoa
Feed de Notícias

Pernambucano ministra oficina literária na Funesc

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015 - 18:18 - Fotos: 

Com análise de frases e versos de escritores consagrados e pops, e ainda com exercício de exploração de palavras e criatividade, o escritor pernambucano Marcelino Freire abriu a oficina de criação literária do projeto Quebras, promovido pelo Itaú Cultural, que já circulou em sete cidades brasileiras. A atividade se estende até a quarta-feira, no Espaço Cultural José Lins do Rego, sala 1, mezanino 2, rampa 1. Cerca de 30 pessoas participam da oficina, entre escritores, jornalistas e apreciadores da literatura.

O escritor Marcelino Freire afirmou estar satisfeito com a aceitação da oficina e destacou que João Pessoa foi a cidade que obteve o maior número de inscritos para o projeto. “Tivemos cerca de 60 inscrições e por isso precisamos limitar o número de participantes, mas depois voltaremos aqui pra repetir o trabalho”.

Freire ainda elogiou a turma pela capacidade e dedicação. “Estou muito animado. Encontramos uma juventude muito boa, muito instigada, temos uma participante que já foi premiada por um romance, outro que faz fanzine, uma senhora que tem um grupo de poesia… Em cada cidade que a gente vai a gente se depara com algo, e fazer algo pra mim é milagroso. Estamos felizes por estarmos aqui e agradecemos à Funesc pelo acolhimento”, disse.

João Pessoa é a sétima capital brasileira a receber o projeto realizado por meio do programa Rumos Itaú Cultural. Na Paraíba, ele conta com apoio do governo do Estado, por meio da sua Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). A ação já esteve presente em Teresina (PI), Belém (PA), Vitória (ES), São Luís (MA), Campo Grande (MS), Goiânia (GO).

Ao todo, 15 capitais brasileiras receberão a ação itinerante. Os registros obtidos vêm sendo agrupados em um site (www.quebras.com.br). Ao final de todo o processo, o material reunido em cada local resultará em um livro onde os frequentadores das oficinas terão a sua parcela de contribuição por meio de fotografias, vídeos e escritos.

Quebras - O projeto Quebras, contemplado com o Edital do Rumos Itaú Cultural, tem a criação, curadoria e produção de Marcelino Freire, com assistência e co-produção de Jorge Filholini. Participam ainda do projeto Bruno Brum e Mozart Brum. Em cada cidade visitada, acontece uma oficina literária, na intenção de trocar palavras e ideias, aprender e apreender com os poetas, prosadores, cronistas e romancistas locais. Um curso aberto ao público, gratuito, contemplando todos os gêneros literários. A intenção do projeto, de acordo com os organizadores, é ficar na memória coletiva, celebrando à literatura e toda a arte que está presente e pulsante por todos os lugares.