João Pessoa
Feed de Notícias

Escolas públicas e privadas preparam atividades para a 6ª Semana Saúde na Escola 2017

quarta-feira, 29 de março de 2017 - 16:22 - Fotos:  Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde (Gerências Operacionais de Vigilância Ambiental e da Atenção Básica), está preparando as atividades da 6ª Semana Saúde na Escola 2017, com o tema “Comunidade Escolar Mobilizada Contra o Aedes aegypti!”. O evento deve ocorrer, preferencialmente, no período de 3 a 7 de abril, em parceria com as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação e de Desenvolvimento Humano.

O tema deste ano foi escolhido com base no quadro epidemiológico atual, em todo país. O objetivo é orientar os estudantes das escolas públicas e privadas sobre a temática, com ações de limpeza do ambiente escolar; identificação de possíveis focos do mosquito; palestras sobre o ciclo do Aedes aegypti e os sintomas da dengue, zika e chikungunya.

“As atividades voluntárias envolvem alunos, professores, profissionais de saúde e a comunidade como um todo. Os alunos, especialmente, são excelente público-alvo, por serem multiplicadores eficientes das informações”, disse o gerente operacional de Vigilância Ambiental da SES, Geraldo Moreira de Menezes.

O aumento na proliferação do mosquito está associado a diversos fatores: mudanças ambientais globais, aumento da população, más condições de saneamento, aumento da adaptabilidade do mosquito.

“Sabemos que o mosquito Aedes aegypti é transmissor da dengue, zika, da chikungunya e febre amarela. O controle ao vetor é uma questão de saúde pública e, num cenário desafiador, é importante reafirmar papel de cada cidadão em contribuir nas medidas de prevenção para identificação e eliminação dos focos do mosquito”, ressaltou Geraldo.

Antecipação – Em virtude de agendas locais, alguns municípios anteciparam a data oficial do início das atividades da 6ª Semana Saúde na Escola 2017. As atividades já estão sendo realizadas em Itabaiana, Nova Floresta, Uiraúna, Santana de Mangueira, Cacimba de Dentro e São Bento.

 

Eliminação de possíveis focos e criadores do mosquito Aedes aegypti, armazenamento adequado de água em reservatórios e descarte de lixo estão entre os assuntos abordados. “É interessante perceber que as crianças e adolescentes estão convocando as famílias para participar das ações. Em algumas escolas estão sendo feitos concursos com cartazes explicando o ciclo de vida do mosquito e desfiles alertando a população sobre a importância do combate ao Aedes”, comentou Geraldo Moreira.

Saúde na Escola – A Semana Saúde na Escola faz parte do Programa Saúde na Escola (PSE) do Mistério da Saúde – por meio da Sala de Situação Nacional contra o Aedes – e Ministério da Educação, juntamente com o Gabinete Civil da Presidência da República.

O (PSE) surgiu como um indutor de políticas intersetoriais entre as áreas da Saúde e da Educação, na perspectiva da atenção integral (prevenção, promoção, atenção e formação) à saúde de crianças, adolescentes e jovens da Educação Básica pública. O PSE tornou possível, ao longo dos anos, um novo modelo de gestão das políticas de educação e de saúde que tratam a saúde e a educação de forma integral.

A participação dos municípios na Semana Saúde na Escola é voluntária.
O objetivo do PSE é possibilitar, por meio de amplo processo formativo, o exercício de ações cidadãs e o usufruto pleno dos direitos humanos. São beneficiários do programa os estudantes da Educação Básica.