Fale Conosco

16 de agosto de 2013

Escolas estaduais realizam “Conferência na Escola”



Durante todo o mês de agosto, as escolas das redes públicas e privadas vão realizar a “Conferência na Escola”, etapa da 4ª Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, que acontece em todo o país. Trata-se de instrumento de fortalecimento da cidadania ambiental nas escolas e comunidades, a partir de uma educação crítica, participativa, democrática e transformadora.

A Conferência Nacional vai ter como tema “Vamos Cuidar do Brasil com Escolas Sustentáveis”, com o objetivo de fortalecer a educação ambiental nos sistemas de ensino, públicos e privados, propiciando atitude responsável e comprometida da comunidade escolar com as questões socioambientais locais e globais, com ênfase na participação social e nos processos de melhoria da relação ensino-aprendizagem, em uma visão de educação para a diversidade, inclusiva e integral.

Após a “Conferência na Escola” vão acontecer a “Conferência Estadual”, o “Encontro Preparatório” e a “Conferência Nacional”. A Conferência Nacional Infantojuvenil é organizada pela Secretaria de Estado da Educação (SEE), com o apoio da Comissão Organizadora Estadual (COE-PB), do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

A “Conferência na Escola” envolve estudantes de todos os turnos, professores, funcionários e representantes da comunidade e acontece até o dia 31 deste mês. Nela serão eleitos o projeto de ação, traduzido em um material de educomunicação (vídeo, cartilha, manual, jogo cooperativo, entre outros), e o delegado para representar o Estado da Paraíba na Conferência Estadual.

A eleição do delegado na escola vai ser conduzida de forma democrática segundo o princípio “Jovem Escolhe Jovem”, ou seja, devem ser eleitos pelos próprios estudantes, respeitando os seguintes critérios:

- estar matriculado em uma turma do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental na escola que representará;

- ter entre 11 e 14 anos completos até a data da Conferência Nacional. Escolas localizadas em comunidades indígenas, quilombolas e de assentamentos rurais podem eleger delegados e suplentes que durante a Conferência Nacional tenham entre 11 e 14 anos sem restrição do ano escolar/série em que estão matriculados.

- ter participado ativamente na elaboração de algum projeto de ação durante a Conferência na Escola;

- ter participado de maneira significativa pelo fortalecimento ou na construção da Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (Com vida) da escola. A constituição dessa comissão será o ponto de partida para o processo de mobilização, organização e execução da Conferência Escolar.

O projeto de ação traduzido em um material de educomunicação deve ser cadastrado no site do MEC (http://conferenciainfanto.mec.gov.br) até o dia 7 de setembro. Poderão participar da Conferência Estadual, que acontecerá em João Pessoa nos dias 29 e 30 de outubro, as escolas públicas e privadas, urbanas e rurais, da rede estadual ou municipal, além das escolas de comunidades indígenas, quilombolas e de assentamentos rurais, cadastradas no Censo Escolar de 2011 do Inep, que aderiram voluntariamente ao processo e realizaram suas Conferências nas Escolas.

Serão 25 vagas para delegados na Conferência Nacional, sendo três asseguradas exclusivamente para escolas indígenas, quilombolas e de assentamentos. O encontro preparatório será realizado nos dias 23 e 24 de novembro e será o momento de preparação de toda a delegação de estudantes eleitos e seus acompanhantes para representar o Estado na Conferência Nacional, que acontecerá em Brasília dos dias 25 a 29 do mesmo mês.