Fale Conosco

7 de dezembro de 2016

Escolas da Rede Estadual realizam evento de socialização do Projeto Alumbrar



see evento do alumbrar foto delmer rodrigues 2 270x191 - Escolas da Rede Estadual realizam evento de socialização do Projeto AlumbrarAlunos, professores e gestores das escolas da Rede Estadual, que adotaram a Metodologia Alumbrar participaram, nesta quarta-feira (7), de um dia de socialização e troca de experiências, em João Pessoa, Campina Grande e Patos. A abertura oficial do evento foi na Escola Cidadã Integral Técnica (ECIT) Pastor João Pereira Gomes Filho, na Capital. O Alumbrar é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE), em parceria com a Fundação Roberto Marinho. O projeto utiliza o método da telessala para corrigir a distorção entre idade e ano letivo do estudante, reorganizando a trajetória escolar desse aluno.see evento do alumbrar foto delmer rodrigues 6 270x191 - Escolas da Rede Estadual realizam evento de socialização do Projeto Alumbrar

A secretaria executiva de Gestão Pedagógica da SEE, Roziane Marinho, participou do evento em Campina Grande. “O Alumbrar tem cumprido o seu papel de promover a correção da distorção  idade-serie e ao mesmo tempo promover ações inclusivas e de construção da identidade desses estudantes”, explicou a secretária. “Este encontro de trabalhos finais, com oficinas e apresentação de trabalhos, demonstra o sucesso do que foi feito na rede pública estadual”, complementou.

see evento do alumbrar foto delmer rodrigues 5 270x191 - Escolas da Rede Estadual realizam evento de socialização do Projeto AlumbrarPara a gerente geral de Educação da Fundação Roberto Marinho, Vilma Guimarães, a parceria com o Governo do Estado é exitosa, com excelentes resultados. “Os professores são muito competentes e os alunos bem dedicados. Tenho a certeza de que eles vão entrar no ensino médio com bom desempenho. Hoje foi um dia de socializar e mostrar as várias atividades que eles aprenderam ao longo do ano”, disse.

Lucas Holmes tem 16 anos e estuda no Sesquicentenário. “Eu reprovei um ano e estava atrasado nos estudos. Com o Alumbrar consegui regularizar o tempo perdido. Foi melhor porque eu consegui adiantar tudo e seguir com os alunos da minha época”, falou o jovem que já faz planos de cursar arquitetura, na universidade.see evento do alumbrar foto delmer rodrigues 4 270x191 - Escolas da Rede Estadual realizam evento de socialização do Projeto Alumbrar

Uma das professoras do Alumbrar, Samara de Fátima Andrade Silva, que ensina na Escola Pedro Américo, em Cabedelo, fala que é satisfatório ver resultados e uma nova esperança nos alunos que se atrasaram nos estudos e se tornaram guerreiros. “Os que estão concluindo o Alumbrar e seguindo na série correta são vitoriosos, na minha opinião, exemplos de um ensino motivador”, ressaltou.

Com o Alumbrar, 3 mil estudantes concluíram os estudos no Ensino Fundamental, em 2015, e este ano estão cursando o Ensino Médio. Na segunda etapa do programa, outros 3 mil estudantes devem concluir o Ensino Fundamental, para frequentar o Ensino Médio em 2017.