João Pessoa
Feed de Notícias

Escola Técnica Estadual de Bayeux inicia ano letivo segunda-feira

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015 - 16:42 - Fotos: 

O ano letivo da Escola Técnica Estadual da Paraíba – Erenice Cavalcante Fidelis (Unidade Bayeux) terá início nesta segunda-feira (23). Está tudo preparado para receber os 160 alunos matriculados que cursarão a 1ª série do Ensino Médio Integrado à Educação Profissional dos cursos “Técnico em Mecânica” e “Técnico em Design de Móveis”.

Foram formadas quatro turmas com 40 alunos cada, que estudarão em tempo integral das 7h15 às 16h. A seleção dos alunos foi realizada por meio da média obtida através do somatório das notas finais dos componentes curriculares de Língua Portuguesa e Matemática do 6º ao 9º anos. Nesta segunda-feira, os alunos serão acolhidos com uma solenidade para apresentação dos cursos, da equipe de professores, da direção e uma visita a todas as dependências da escola.

Estrutura - A Escola Técnica Estadual de Bayeux é composta por 12 salas de aula, auditório com capacidade para 200 pessoas, laboratórios de Língua, Informática, Física, Química, Biologia e Matemática, além dos laboratórios específicos para os cursos de Fabricação Mecânica e Fabricação de Móveis. A escola contará ainda com biblioteca, sala multimídia para professores, refeitório, cantina, cozinha industrial completa, sala para o grêmio estudantil, oficina de manutenção, anfiteatro, ginásio poliesportivo completo e centro de vivência.

Escolas Técnicas Estaduais – A Escola Técnica Erenice Cavalcante Fideles foi a primeira das seis unidades de educação profissional inaugurada na Paraíba, de um projeto que compreende 15 unidades, numa parceria entre os Governos Federal e Estadual. Na obra, foram investidos R$ 8,7 milhões. A segunda foi a Escola Técnica do Vale do Mamanguape inaugurada no dia 09 de fevereiro, na solenidade de abertura do ano letivo 2015.

As outras quatro escolas técnicas estão em construção nas cidades de João Pessoa, Cuité, Cajazeiras e São Bento, num investimento total de R$ 52,3 milhões. Serão ofertados cursos com eixos tecnológicos de Informação e Comunicação (João Pessoa), Produção Industrial (Bayeux), Recursos Naturais (Mamanguape), Produção Alimentícia (Cuité), Produção Industrial (São Bento) e Informação e Comunicação (Cajazeiras).