João Pessoa
Feed de Notícias

Escola Técnica de Bayeux vai oferecer 1.200 vagas em três turnos

quinta-feira, 3 de julho de 2014 - 09:32 - Fotos:  Francisco França/Secom-PB

O Governo do Estado apresentou à comunidade, na noite dessa quarta-feira (2), a primeira Escola Técnica Estadual da Paraíba, localizada na avenida Liberdade, na cidade de Bayeux. A Escola Técnica Erenice Cavalcante Fideles é a primeira das seis unidades que estão sendo construídas na Paraíba, numa parceria entre os governos federal e estadual, e tem capacidade para ofertar educação profissional a 1.200 alunos em três turnos. Na obra, estão sendo investidos R$ 8.792.702,15.

O governador Ricardo Coutinho visitou a escola, que está praticamente concluída, acompanhado do prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, vereadores, deputados e secretários de Estado.Nós estamos agregando o ensino técnico profissionalizante de uma forma muito mais aprofundada, combinando ensino médio com eixos temáticos, no caso desta escola de Bayeux ela vai dialogar com o desenvolvimento industrial. Vamos formar mão de obra qualificada”, disse o governador.

Ainda este ano serão inauguradas as Escolas Técnicas de João Pessoa, Mamanguape, São Bento, Cuité e Cajazeiras, totalizando as seis primeiras de um projeto que compreende 15 unidades. O governador afirmou que o Brasil precisa ofertar mais ensino técnico, que é a base de mão de obra qualificada para as indústrias, e que na Paraíba escolas técnicas estão sendo construídas para atender a demanda das muitas empresas que estão se instalando aqui.

O prefeito de Bayeux, Expedito Pereira, destacou que a cidade está ganhando uma escola especial. “A juventude de Bayeux merecia uma escola técnica e nossos jovens vão se especializar para conquistar o mercado de trabalho”. O prefeito também agradeceu ao Governo do Estado pela construção do binário, quatro ginásios de esportes em escolas estaduais na cidade, além de outros benefícios.

O estudante Guilherme de França, 12 anos, aluno do 7º ano de uma escola municipal, conheceu a Escola Técnica Estadual de Bayeux e disse ao governador que seu ensino médio será feito na nova escola. A professora Marta Costa, comemorou a chegada de uma moderna e ampla escola profissionalizante em sua cidade. “Essa escola só veio somar para nossa cidade”.

O professor Júnior Fideles, filho da professora Erenice, que dá nome à escola, agradeceu ao Governo do Estado pela homenagem a sua mãe, educadora que por 17 anos foi secretária da educação no município e faleceu em 2004 aos 57 anos.

A Escola Técnica Estadual de Bayeux vai funcionar nos três turnos, oferecendo cursos do eixo tecnológico de produção industrial. Os cursos oferecidos são Fabricação Mecânica e Fabricação de Móveis, nas modalidades de ensino Técnico Integrado (Ensino Médio com a Educação Profissional Técnica), Concomitante (Estudantes de Ensino Médio de outras unidades de ensino estudam o Curso Técnico no contraturno) e Proeja (Educação de Jovens e Adultos/Médio). As aulas para as turmas do Curso Técnico Integrado à Educação Profissional terão início em 2015 e terão duração de três anos.

Estrutura– A Escola Técnica Estadual de Bayeux é composta por 12 salas de aula, auditório com capacidade para 200 pessoas, laboratórios de Língua, Informática, Física, Química, Biologia e Matemática, além dos laboratórios específicos para os cursos de Fabricação Mecânica e Fabricação de Móveis. A escola contará ainda com biblioteca, sala multimídia para professores, refeitório, cantina, cozinha industrial completa, sala para o grêmio estudantil, oficina de manutenção, anfiteatro, ginásio poliesportivo completo e centro de vivência.

Escolas Técnicas Estaduais –O Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal, está construindo seis escolas técnicas nas cidades de João Pessoa, Bayeux, Mamanguape, Cuité, Cajazeiras e São Bento, num investimento total de R$ 52,3 milhões. As escolas de Bayeux, João Pessoa e Mamanguape estão com as obras mais avançadas.

Serão ofertados cursos com eixos tecnológicos de Informação e Comunicação (João Pessoa), Produção Industrial (Bayeux), Recursos Naturais (Mamanguape), Produção Alimentícia (Cuité), Produção Industrial (São Bento) e Informação e Comunicação (Cajazeiras).

A secretária de Estado da Educação, Márcia Lucena, o secretário Carlos Antônio (Interiorização), os deputados Damião Feliciano (federal), Hervázio Bezerra e Lindolfo Pires (estaduais), o ex-prefeito de Sousa Fábio Tyrone, dentre outras autoridades, participaram da solenidade de apresentação da nova escola à população de Bayeux, cidade que tem 100 mil habitantes.