Fale Conosco

23 de agosto de 2013

Escola estadual Francisco Campos recebe prêmio “Construindo a Igualdade de Gênero”



A Escola Estadual de Ensino Fundamental Francisco Campos, localizada na cidade de João Pessoa, recebeu no dia 19 de agosto, em Brasília, o prêmio “Construindo a Igualdade de Gênero”, com o projeto pedagógico “Educação para a equidade de gênero: mulheres, protagonistas de sua história”, na categoria Escola Promotora da Igualdade de Gênero. Além da escola paraibana, outras seis escolas de vários estados brasileiros foram premiadas.

De acordo com a diretora da escola, Maria José Figueirêdo, o projeto surgiu após a participação da equipe pedagógica no curso “Diversidade sexual e direitos humanos na Paraíba”, realizado pela Secretaria de Estado da Educação (SEE) em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). “Depois de participar do curso, começamos a desenvolver ações no sentido de trabalhar este tema, como a violência contra a mulher, pois notamos um grande número de casos de violência na comunidade”, contou Maria José.

A temática do projeto também foi trabalhada nas disciplinas da escola. “Na disciplina de Geografia os alunos realizaram seminários sobre o tema. Na disciplina de Português foram feitas análises e produção de textos e na disciplina de Educação Física foram realizadas atividades contando a história de mulheres que se destacaram nos esportes”, explicou a diretora.

Premiada com R$ 10 mil, a escola resolveu realizar oficinas abertas à comunidade. “Já realizamos quatro oficinas com média de 30 pessoas inscritas em cada, onde trabalhamos temas diversos”, destacou Maria José. A primeira oficina abordou o tema “A questão da violência contra a mulher”, com apresentação de vídeos e debates com os participantes. A segunda oficina teve como tema “O papel do professor na vida acadêmica do aluno” e as oficinas seguintes abordaram temas como “Biodança” e “Automassagem”. Neste sábado (24), será realizada a oficina “Massas naturais: aprendendo a fazer macarrão natural”.

A escola – Fundada em 1985, a Escola Estadual Francisco Campos funciona no bairro dos Bancários, em João Pessoa. Possui cerca de 450 alunos do 1º ao 9º ano do ensino fundamental e do 5º ao 3º ano (médio) da Educação de Jovens e Adultos (EJA), funcionando nos três turnos.

O prêmio“Construindo a Igualdade de Gênero” foi instituído, em 2005, pela Secretaria de Política para as Mulheres, no âmbito do Programa Mulher e Ciênciae objetiva estimular a produção científica e a reflexão acerca das relações de gênero, mulheres e feminismos no país, além de promover a participação das mulheres no campo das ciências e carreiras acadêmicas.

O prêmio também visa fortalecer a reflexão crítica e a pesquisa acerca das desigualdades existentes entre homens e mulheres, contemplando suas intercessões com as abordagens de classe social, geração, raça, etnia e sexualidade no campo dos estudos das relações de gênero, mulheres e feminismos.

Este ano, o prêmio recebeu 5.134 inscrições sendo 304 da categoria Estudante de Graduação; 417 da categoria Graduado, Especialista e Estudante de Mestrado; 237 da categoria Mestres e Estudante de Doutorado; 4.100 da categoria Estudante do Ensino Médio, e 76 da categoria Escola Promotora da Igualdade de Gênero. Esta edição bateu recorde no número de inscrições com relação aos anos anteriores, com números expressivos em todas as categorias.

A premiação consiste de R$ 46 mil em dinheiro para estudantes e graduados, R$10 mil para cada escola promotora da igualdade de gênero, Laptops, computadores e nove bolsas de estudo do CNPq, nas modalidades de Iniciação Científica até o Doutorado. Os professores orientadores recebem assinatura anual da Revista Estudos Feministas e Cadernos Pagu.