Fale Conosco

26 de novembro de 2013

Escola Estadual é selecionada para participar de Encontro Nacional de Educação Viária



O projeto “Se movendo pelo bairro”, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Profissionalizante Maria do Carmo de Miranda, foi selecionado para representar João Pessoa no III Encontro Nacional do Programa Educação Viária é Vital, promovido pela Fundación Mapfre. O encontro será realizado em São Paulo, no dia 10 de dezembro. O projeto, considerado destaque regional de João Pessoa, está sendo desenvolvido desde o ano passado na unidade de ensino.

A diretora da escola, Airan Cézar, participa do curso do Programa Educação Viária é Vital, promovido pela Mapfre e que é dividido em três módulos. “O curso acontece no Detran-PB e tem como objetivo incentivar a convivência harmoniosa no trânsito, promovendo ações solidárias, participativas e responsáveis dentro da escola, no bairro e na cidade”, afirmou. Em 2012, foi desenvolvido o projeto “Circulando pela Escola” e, neste ano, o “Se movendo pelo bairro”.

Em 2014, a ideia é realizar o “Circulando pela Cidade”. Desta forma, queríamos mostrar aos alunos a reflexão sobre a circulação nos espaços públicos, no entorno da escola, o desafio de respeitar os diferentes grupos e culturas, além de incentivar o convívio, que é fator primordial para a política da boa convivência”, explicou Airan Cézar.

O projeto – Em agosto deste ano, cerca de 200 pessoas, entre estudantes, professores e a comunidade no entorno da Escola Estadual Maria do Carmo de Miranda, percorreram as ruas do bairro de Jaguaribe a pé ou em bicicletas em prol da paz no trânsito. A ação teve a realização da escola e o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (SEE), do Detran-PB e do BPTran. Por meio da caminhada e do passeio ciclístico, os alunos vivenciaram a experimentação do olhar do cotidiano do bairro no entorno da escola.

Outro objetivo do projeto foi promover o entrosamento entre os alunos, cultivar a solidariedade e protestar contra a indiferença, além de promover a sensibilização da comunidade sobre a prática de boas condutas e a gentileza, tendo em vista a qualidade de vida do ponto de vista ambiental e de paz no trânsito.