João Pessoa
Feed de Notícias

Escola Cidadã Integral de Itabaiana cria Clube de Libras e trabalha inclusão entre alunos

quarta-feira, 13 de setembro de 2017 - 17:09 - Fotos: 

A Escola Cidadã Integral Dr. Antônio Batista Santiago, localizada na cidade de Itabaiana, criou, em 2016, o Clube de Libras “Mãos Protagonistas”. A ideia surgiu por meio da necessidade de comunicação dos alunos Sueli de Fátima e Hugo Araújo, que são deficientes auditivos, com os alunos ouvintes.

“Hugo e Sueli queriam partilhar suas experiências, tirar dúvidas sobre conteúdos e se socializar, como acontece com todos os jovens, porém a ausência de um canal de comunicação entre eles tornava um simples diálogo impossível”, explicou a gestora da escola, Rosimere Andrade.

Com o incentivo do programa das Escolas Cidadãs Integrais para a formação de clubes, onde jovens com interesse em comum pudessem dialogar e trocar experiências de vida, o aluno e jovem protagonista Hugo Araújo teve a ideia de criar um clube onde qualquer um que desejasse, inclusive professores e funcionários, pudesse aprender sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e, assim, estreitar os laços com os alunos que não ouviam. “Era um sonho criar o clube de libras, pois eu me sentia muito sozinho na escola. Hoje sou um modelo para os outros alunos e consigo me comunicar melhor. Estou muito feliz! Meu sonho e meu projeto de vida é ser professor de libras”, contou o aluno Hugo Araújo.

“A ideia fez tanto sucesso que no início do ano, a convite da nossa escola, a Funad ofereceu um minicurso para os integrantes do Clube, que foi denominado ‘Mãos Protagonistas’, sobre como seria viver em um mundo de silêncios. A experiência ministrada pelas professoras Lenice Carneiro e Adja Barbosa foi de grande aprendizado, sobretudo para reforçar o respeito entre eles”, contou a gestora.

Além de aprenderem sobre Libras, os jovens que fazem parte do clube também têm acesso às leis protetivas à pessoa com deficiência, ao Código de Ética e os direitos e deveres dessas pessoas. Os participantes também são incentivados a buscar novas práticas de utilização da língua no cotidiano, sobretudo na escola. Atualmente o clube possui mais de 30 membros.

Nas celebrações do dia 7 de setembro, o Clube de Libras “Mãos Protagonistas” desfilou com todos os seus componentes, recebendo muitos aplausos do público. Durante todo o mês de setembro está sendo trabalhado o projeto “Setembro Azul”, tendo como bandeira o “dar a voz” ao que não sabia falar.

Segundo a gestora Rosimere Andrade, a iniciativa do Clube é de fundamental importância para a inclusão social destes jovens, caracterizando o verdadeiro protagonismo juvenil, que consiste em aprender a ouvir, servir, aprender, ensinar e compartilhar com o outro as experiências acadêmicas, de vida e de mundo de cada um.