Fale Conosco

29 de outubro de 2012

Equipes de Saúde da Seap e SES fazem treinamento em Brasília



O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, começou, neste mês de outubro, uma série de cursos de capacitação para as equipes de saúde prisional. Além das capacitações agendadas, as equipes participarão do Treinamento em Saúde da Mulher e da Oficina Nacional sobre Saúde Mental, em Brasília.

Segundo a gerente de Ressocialização da Seap, Ziza Maia, o Treinamento em Saúde da Mulher em Brasília acontecerá nos dias 27 e 28 de novembro e contará com a participação de 13 representantes da Seap e da SES. Já a Oficina Nacional sobre Saúde Mental está prevista para os dias 29 e 30 de novembro com a participação de quatro servidores estaduais paraibanos.

Os treinamentos tiveram início no dia 10 de outubro, com a capacitação em testagem rápida para HIV, hepatites virais e sífilis. Logo após, o exame passou a ser ofertado nas 11 unidades prisionais da Paraíba que contam com equipes de saúde: Centro de Reeducação Feminino Maria Júlia Maranhão (João Pessoa); Penitenciária de Psiquiatria Forense, PB1 (parte do Complexo Penitenciário de Segurança Máxima Romeu Gonçalves de Abrantes), Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega (conhecida por Presídio do Róger); Instituto Penal Sílvio Porto, todas em João Pessoa; e Presídio do Serrotão e Penitenciária Máxima de Campina Grande; Penitenciária Padrão de Patos; Penitenciária  Padrão de Santa Rita; Penitenciária Padrão João Bosco Carneiro, em Guarabira; e Penitenciária Padrão de Cajazeiras.

As próximas capacitações, antes programadas para novembro e dezembro, foram adiadas para janeiro. São elas: Tratamento e monitoramento da hipertensão arterial sistêmica e diabetes; Controle da tuberculose e diagnóstico precoce; Diagnóstico e Tratamento de DST/Aids e HIV (Abordagem Sindrômica); Treinamento em sala de vacina; e Capacitação em saúde mental. Tais ações fazem parte do Programa de Saúde Penitenciária (PSP) e participam do treinamento assistentes sociais, enfermeiros, médicos, odontólogos e psicólogos.